DILEMAS E DESAFIOS DE REPUBLICANOS E DEMOCRATAS APÓS 2018

  • Tatiana Teixeira Editora no Observatório Político dos Estados Unidos (OPEU); e pesquisadora no Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para Estudos sobre os Estados Unidos (INCT-INEU).
Palavras-chave: Estados Unidos, eleições de meio de mandato 2018, eleições 2020, eleições americanas, partidos políticos, republicanos, democratas

Resumo

A eleição presidencial de 2016 e seu resultado expuseram as fissuras de um sistema político cada vez mais polarizado e ferido por duros embates entre republicanos e democratas. Além disso, nos últimos anos, ambos os partidos também sofreram com o desgaste de suas disputas internas, entre conservadores, ultraconservadores, moderados e progressistas. Um dos mais visíveis e recentes sintomas dessa divisão – o “fator Trump” – se mantém como elemento perturbador da norma para muitos de seus correligionários e para seus adversários. Partindo de reflexões sobre as eleições de meio de mandato de 2018, este artigo pretende abordar os primeiros debates e movimentos para a eleição presidencial de 2020, olhando para os desafios e os já anunciados presidenciáveis republicanos e democratas.

Publicado
2019-01-10
Como Citar
Teixeira, T. (2019). DILEMAS E DESAFIOS DE REPUBLICANOS E DEMOCRATAS APÓS 2018. Revista Tempo Do Mundo, 5(1), 285-301. Recuperado de http://www.ipea.gov.br/revistas/index.php/rtm/article/view/148
Seção
Artigos