A demanda por engenheiros e profissionais afins no mercado de trabalho formal

A demanda por engenheiros e profissionais afins no mercado de trabalho formal

Radar nº 12 - Março de 2011

Graças a um maior crescimento econômico, o emprego formal expandiu-se no Brasil de forma vigorosa nos últimos anos, o que levou a uma maior competição, por parte das empresas, pelos profissionais mais qualificados. Além de refletir aspectos conjunturais, no entanto, a demanda por mão de obra mais qualificada responde à pressão do sistema econômico por uma produtividade cada vez maior das empresas, e ao aumento do peso relativo de alguns setores que demandam qualificações específicas, como os setores de petróleo e gás e de telecomunicações.

Este texto tem o propósito de retomar as questões levantadas por Nascimento et al. (2010), que avaliaram as possibilidades de uma escassez relativa de engenheiros e profissionais afins no mercado de trabalho brasileiro nos próximos anos.

Autores: Aguinaldo Nogueira Maciente e Thiago Costa Araújo

   
icon pdf Acesse o artigo completo em PDF