AÇÃO AFIRMATIVA E GANHOS INICIAIS APÓS A GRADUAÇÃO

UMA ANÁLISE PARA EGRESSOS DA UFPB

Autores

  • Francisco Danilo da Silva Ferreira Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN
  • Aléssio Tony Cavalcanti de Almeida Universidade Federal da Paraíba - UFPB

DOI:

https://doi.org/10.38116/ppp64art3

Resumo

Este artigo tem o objetivo de estimar o impacto da política de cotas sobre o retorno salarial no início de carreira dos egressos cotistas da UFPB. O alcance do objetivo se deu pela associação do balanceamento por entropia com o Propensity Score Matching (PSM), bem como calculou o efeito do tratamento nos quantis 0.25, 0.50 e 0.75 da distribuição de salários. Dessa forma, consideram-se os dados dos alunos egressos de cursos da graduação da UFPB, cuja entrada no curso ocorreu no período de 2010 e 2011, e a conclusão até 2017, conjuntamente com informações do mercado formal de trabalho para o ano de 2018. A princípio, os resultados alcançados sugerem que os ex-alunos cotistas obtêm, em média, um salário hora em torno de 0,10 unidades monetárias inferiores no início de carreira, comparativamente aos egressos não beneficiários da política. Ainda se observou que os efeitos são maiores na mediana e no quantil mais elevado (0.75) da distribuição de salários hora, e que não houve indícios estatísticos de impactos entre os retornos salariais mais baixos.

Biografia do Autor

Francisco Danilo da Silva Ferreira, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN

Professor Adjunto na Universidade do Estado do Rio Grande do Norte/Campus Assú

Aléssio Tony Cavalcanti de Almeida, Universidade Federal da Paraíba - UFPB

Professor Adjunto IV do Departamento de Economia da Universidade Federal da Paraíba, membro permanente nos programas de pós-graduação em Economia Aplicada e em Economia do Setor Público, coordenador da graduação em Ciência de Dados para Negócios (CDN).

Referências

ALON, S.; MALAMUD, O. The impact of Israel’s class-based affirmative action policy on admission and academic outcomes. Economics of Education Review, v. 40, p. 123-139, 2014.

ARABAGE, A. C.; SOUZA, A. P. Quotas in public universities and labor outcomes: evidence for Rio de Janeiro. In: ENCONTRO NACIONAL DE ECONOMIA, 45., 2017, Natal, Rio Grande do Norte. Anais… Natal, 2017.

ARAUJO, A. A. et al. Performance of quota students in the national exam for evaluating student achievement: evidence on federal higher education institutions. Revista Brasileira de Educação, v. 25, p. 1-29, 2020.

ARCIDIACONO, P. Affirmative action in higher education: how do admission and financial aid rules affect future earnings? Econometrica, v. 73, n. 5, p. 1477-1524, 2005.

CAMERON, A. C.; TRIVEDI, P. K. (Ed.). Mictroeconometrics: methods and applications. Nova York: Cambridge University Press, 2005.

DIPRETE, T. A.; GANGL, M. Assessing bias in the estimation of causal effects: Rosenbaum bounds on matching estimators and instrumental variables estimation with imperfect instruments. Sociological Methodology, v. 34, n. 1, p. 271-310, 2004.

ESTEVAM, C. et al. Programa de tutoria por pares no ensino superior: estudo de caso artigo. Revista Brasileira de Orientação Profissional, v. 19, n. 2, p. 185-195, 2018.

FRISANCHO, V.; KRISHNA, K. Affirmative action in higher education in India: targeting, catch up, and mismatch. Higher Education, v. 71, n. 5, p. 611-649, 2016.

GUIMARÃES, A. S. A. et al. Social inclusion in Brazilian universities: the case of UFBA. São Paulo: Centro de Estudos da Metrópole, 2010.

HAINMUELLER, J. Entropy balancing for causal effects: a multivariate reweighting method to produce balanced samples in observational studies. Political Analysis, v. 20, n. 1, p. 25-46, 2012.

HILL, A. J. The positive influence of female college students on their male peers. Labour Economics, v. 44, p. 151-160, 2017.

LOPES, A. D. Affirmative action in Brazil: how students’ field of study choice reproduces social inequalities. Studies in Higher Education, v. 42, n. 12, p. 2343-2359, 2017.

MELGUIZO, T.; WOLNIAK, G. C. The earnings benefits of majoring in STEM fields among high achieving minority students. Research in Higher Education, v. 53, n. 4, p. 383-405, 2012.

MENEZES, E. da C. M. O. As escolhas das carreiras minimizam o impacto da política de cotas? O caso do estado do Rio de Janeiro. 2015. Dissertação (Mestrado) – Fundação Getulio Vargas, Rio de Janeiro, 2015.

MENEZES FILHO, N. (Org.). Avaliação econômica de projetos sociais. São Paulo: Dinâmica Gráfica e Editora, 2012.

ROSENBAUM, P. R. Attributing effects to treatment in matched observational studies. Journal of the American Statistical Association, v. 97, n. 457, p. 183-192, 2002.

ROSENBAUM, P. R.; RUBIN, D. B. The central role of the propensity score in observational studies for causal effects. Biometrika, v. 70, n. 1, p. 41-55, 1983.

SILVA, A. F. et al. Efeitos de políticas afirmativas sobre esforço e abandono: evidências a partir da Universidade Federal da Paraíba. In: ENCONTRO REGIONAL DE ECONOMIA, 24., 2019, Fortaleza, Ceará. Anais… Fortaleza, 2019.

SILVA, G. D.; TEIXEIRA, E. C.; COSTA, L. V. Efeito das ações afirmativas no ensino superior público brasileiro. Pesquisa e Planejamento Econômico, Brasília, v. 51, n. 1, p. 137-160, abr. 2021.

VIEIRA, R. S.; ARENDS-KUENNING, M. Affirmative action in Brazilian universities: effects on the enrollment of targeted groups. Economics of Education Review, v. 73, p. 1-12, 2019.

WATSON, S. K.; ELLIOT, M. Entropy balancing: a maximum-entropy reweighting scheme to adjust for coverage error. Quality & Quantity, v. 50, n. 4, p. 1781-1797, 2016.

ZHAO, Q.; PERCIVAL, D. Entropy balancing is doubly robust. Journal of Causal Inference, v. 5, n. 1, p. 1-19, 2016.

Downloads

Publicado

2023-09-27

Como Citar

da Silva Ferreira, F. D., & Cavalcanti de Almeida, A. T. (2023). AÇÃO AFIRMATIVA E GANHOS INICIAIS APÓS A GRADUAÇÃO: UMA ANÁLISE PARA EGRESSOS DA UFPB. Planejamento E Políticas Públicas, (64). https://doi.org/10.38116/ppp64art3