IMPACTOS DO FUNDO CONSTITUCIONAL DE FINANCIAMENTO DO NORTE: EVIDÊNCIAS DO ESTIMADOR DE DIFERENÇAS EM DIFERENÇAS

Autores

  • Lindomar Pegorini Daniel Universidade do Estado de Mato Grosso
  • Marcelo José Braga Universidade Federal de Viçosa

DOI:

https://doi.org/10.38116/ppp55art4

Palavras-chave:

Avaliação de impacto, Diferenças em Diferenças, FNO

Resumo

Esse estudo analisa o impacto econômico promovido pelo acesso ao crédito concedido às empresas da região Norte no período de 2000 a 2010 por meio do Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO). Para avaliar a presença de impactos sobre emprego, renda e salário médio utiliza-se o procedimento de Diferenças em Diferenças que apresenta vantagens em relação aos utilizados pela literatura até então, como o controle de heterogeneidade não observável e a possibilidade de testar a causalidade entre o tratamento e o impacto promovido. Os resultados variam de acordo com o setor de atividade e com o porte das empresas, mas, em média, ter acesso ao crédito subsidiado eleva em cerca de 20% e 13% a geração de emprego e renda no curto prazo para empresas que financiam capital de giro e custeio e para as que financiam investimento, respectivamente. No longo prazo, o impacto gira em torno de 28% e 15%. Já para o salário médio não foram identificados impactos significativos.

Biografia do Autor

Lindomar Pegorini Daniel, Universidade do Estado de Mato Grosso

Universidade do Estado de Mato Grosso

Departamento de Economia

Marcelo José Braga, Universidade Federal de Viçosa

Universidade Federal de Viçosa

Departamento de Economia Rural

Downloads

Publicado

2021-04-29

Como Citar

Daniel, L. P., & Braga, M. J. (2021). IMPACTOS DO FUNDO CONSTITUCIONAL DE FINANCIAMENTO DO NORTE: EVIDÊNCIAS DO ESTIMADOR DE DIFERENÇAS EM DIFERENÇAS. Planejamento E Políticas Públicas, (55). https://doi.org/10.38116/ppp55art4