Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr

50 anos de Formação Econômica do Brasil - Ensaios sobre a obra clássica de Celso Furtado  

Tarcisio Patricio de Araújo; Salvador Teixeira Werneck Vianna e Júnior Macambira (Organizadores) / Rio de Janeiro, 2009 

icon pdf Acesse o PDF (8.39MB)        

Onze eminentes professores aceitaram o convite dos organizadores desta obra - Tarcisio Patrício de Araújo, Salvador Teixeira Werneck Vianna e Júnior Macambira - para compor uma reunião de ensaios sobre Formação Econômica do Brasil, um clássico de Celso Furtado que lançou luz sobre a forma de pensar o desenvolvimento nacional.

Conforme atesta Rosa Freire d`Aguiar Furtado, os ensaístas fazem uma releitura crítica de diversos temas: a tese do deslocamento do centro dinâmico, o cariz estruturalista, o resgate das raízes históricas do subdesenvolvimento, a contribuição original de Furtado para o desenvolvimento econômico, a teoria do subdesenvolvimento, a terra e a mão de obra em nossa formação histórica, as desigualdades regionais resultantes da perversa estrutura de dominação social, a tardia participação da Amazônia na integração do país, o percurso de um founding father da economia do desenvolvimento transformado em seu heresiarca, e a gênese do livro.

Tratam-se de artigos fundados em análises multidisciplinares a respeito da compreensão do subdesenvolvimento e em reflexões sobre o desenvolvimento brasileiro. O livro é uma parceria do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) com o Banco do Nordeste do Brasil, o Instituto de Desenvolvimento do Trabalho e a Universidade Federal de Pernambuco.

SUMÁRIO

PARTE I - QUESTÕES DE MÉTODO

CAPÍTULO 1 - DESLOCAMENTO DO CENTRO DINÂMICO EM CELSO FURTADO
Francisco de Oliveira

CAPÍTULO 2 - FORMAÇÃO ECONÔMICA DO BRASIL: UMA OBRA-PRIMA DO ESTRUTURALISMO CEPALINO
Ricardo Bielschowsky

 

PARTE II - DESENVOLVIMENTE, SUBDESENVOLVIMENTO E PADRÃO-OURO

CAPÍTULO 3 - DESENVOLVIMENTO ECNÔMICO: A ARQUEOLOGIA DO DEBATE E A CONTRIBUIÇÃO ORIGINAL DE CELSO DURTADO
Aloisio Teixeira

CAPÍTULO 4 - CONSIDERAÇÕES SOBRE O SUBDESENVOLVIMENTO BRASILEIRO
Salvador Teixeira Werneck Vianna

CAPÍTULO 5 - A QUESTÃO DA LEI DE SAY E O RETORNO À TEÓRIA DO SUBDESENVOLVIMENTO DE CELSO FURTADO
Salvador Teixeira Werneck Vianna e Marcos Vinicius Chiliatto Leite

CAPÍTULO 6 - CENTRO E PERIFERIA NO PADRÃO-OURO: QUAL A CONTRIBUIÇÃO DE FORMAÇÃO ECONÔMICA DO BRASIL?
Pedro Paulo Zahluth Bastos

 

PARTE III - REGIÃO, TERRA E MÃO DE OBRA

CAPÍTULO 7 - DESIGUALDADE REGIONAIS E NORDESTE EM FORMAÇÃO ECONÔMICA DO BRASIL
Tania Bacelar de Araújo e Valdeci Monteiro dos Santos

CAPÍTULO 8 - POR QUE A PARTICIPAÇÃO TARDIA DA AMAZÔNIA NA FORMAÇÃO ECONÔMICA DO BRASIL?
Bertha K. Becker

CAPÍTULO 9 -TERRA E MÃO DE OBRA EM FORMAÇÃO ECONÔMICA DO BRASIL
Guilherme Delgado

 

PARTE IV - ITENERÁRIO E DIFUSÃO

CAPÍTULO 10 - INTINERÁRIO DE CESLSO FURTADO ATÉ FORMAÇÃO ECONÔMICA DO BRASIL
Leonardo Guimarães Neto

CAPÍTULO 11 -A GRANDE PROVOCAÇÃO: NOTAS SOBRE O IMPACTO DE FORMAÇÃO ECNÔMICA DO BRASIL
Fabio Sá Earp

 

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente – Assessoria de Imprensa e Comunicação