Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr

topo td_antigos

TD 0754 - The Public-Private Wage Gap in Brazil

Miguel Nathan Foguel / Rio de Janeiro, agosto de 2000

As mudanças que vêm ocorrendo no emprego público no Brasil acarretam diversos custos para os trabalhadores que saem desse setor. Neste trabalho investigamos a magnitude da perda salarial que os trabalhadores realocados do setor público para o privado podem experimentar. Utilizando os microdados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) de 1995, calculamos os hiatos salariais bruto e controlado entre esses setores. Os resultados obtidos mostram que esses hiatos salariais são relativamente altos, embora significativamente menores quando utilizamos a segunda medida. Essa última constatação indica a existência de diferenças na composição da força de trabalho entre os dois setores. De fato, os trabalhadores empregados no setor público tendem a ser em média mais escolarizados, mais velhos e possuir maior tempo de experiência no trabalho do que os trabalhadores empregados no setor privado. Outra constatação importante é a presença de uma significativa heterogeneidade dentro do setor público: o hiato salarial é maior para os empregados na esfera federal, decrescendo para os níveis estadual e municipal.

 

acesseAcesse o documento (109.15 Kb)             


Surplus Labor and Industrialization

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea