Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr SoundCloud
24/11/2021 19:45

Potencial econômico da relação Brasil-África é debatido em webinar do Ipea


Informações sobre investimentos e cooperação foram apresentadas em múltiplas perspectivas por especialistas

‘A agenda externa do Brasil para a África: avaliações e propostas’, webinar promovido pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), na tarde desta quarta-feira (24/11), reuniu autoridades da diplomacia e do meio acadêmico. O evento discutiu temas relacionados aos investimentos e à cooperação brasileira com países africanos, revelando uma perspectiva múltipla e abrangente das relações com a África.

O diretor de Estudos e Relações Econômicas e Políticas Internacionais (Dinte/Ipea), Ivan Oliveira, reforçou importância histórica da conexão do Brasil com o continente africano na política externa. “O Brasil tradicionalmente se apresenta para a África bastante diferente dos demais, pela história, pelos laços econômicos que nos ligam à região, pelas mobilizações de capacidade diplomática que fazemos em diversos foros como a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), lembrando que a África do Sul é presença constante no Brics, com a qual mantemos diálogo fluído”, lembrou.

Segundo Oliveira, o Ipea tem dado muita atenção à cooperação do Brasil com a África na área de investimento e comércio. “Recentemente lançamos, na Dinte, um paper sobre o impacto da área do livre comércio da África sobre Brasil e como isso como nos ajudar a mobilizar recursos inclusive no campo de política comercial para aquela região”, informou.

De acordo com o secretário de Negociações Bilaterais no Oriente Médio, Europa e África do Ministério das Relações Exteriores (MRE), Kenneth Félix Haczynski da Nóbrega, as relações com o continente Africano se caracterizam por uma continuidade e por uma agenda positiva. O potencial econômico do continente foi apontado como um dos pontos fortes do continente.

“São relações alicerçadas, não só por uma história e cultura compartilhadas, assim como um diálogo diferenciado entre parceiros que possuem referências comuns e isso faz uma diferença. O pilar econômico desponta como o mais promissor e dinâmico, nas nossas relações com a África. É um continente que cresceu entre 2009 e 2019, uma média de 4% ao ano, com picos de 7% ao ano, taxas superiores à média mundial. O rápido crescimento populacional e a acelerada taxa de urbanização geram oportunidade de comércio e de investimentos ainda não aproveitados pelo Brasil em sua plenitude”, avaliou o diplomata.  

Nóbrega afirmou que, nessa empreitada, o MRE busca prover o fluxo inteligente de avaliação política e comercial, valendo-se de uma rede de 35 embaixadas e dois consulados no continente africano. “Com essa rede, procuramos manter viva e direta a interlocução política com esses países. O objetivo é sempre oferecer um apoio eficiente às ações empresariais e aos cidadãos brasileiros que lá vão para turismo, motivos culturais ou de trabalho”, disse.

O pesquisador da Dinte/Ipea, Luís Fernando Tironi, comentou sobre a agenda de estudos do Ipea relacionados ao continente. “Entendemos que o trabalho desenvolvido por cada um dos estudiosos deva ser uma agenda de envolvimento com as questões da África. Além disso, o que é fundamental e relevante para o projeto em si, o webinar deve permitir que se gere uma base para a continuidade do compromisso do Ipea no que se refere ao tema”, reiterou.

A professora Elsa Kraychete, do Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais da Universidade Federal da Bahia (UFBA), também destacou o trabalho de pesquisa. “Continua sendo muito importante a realização de pesquisas entre o Brasil e o continente africano, por razões históricas da nossa formação, mas também por interesses econômicos, diplomáticos e inserção no cenário internacional”, concluiu.

Veja a íntegra do webinar.

Assessoria de Imprensa e Comunicação
(21) 3515-8705 / 3515-8578
(61) 99427-4772
Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

 

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente – Assessoria de Imprensa e Comunicação