Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr SoundCloud
18/10/2021 08:00

Publicação Preliminar - 2021 - Outubro

Vanguardismo ambiental e protecionismo comercial na União Europeia e nos Estados Unidos da América

 

Autores(as): Vera Thorstensen, Catherine Rebouças Mota, Mauro Kiithi Arima Júnior, Fábio Jorge de Toledo Thomazella e Amanda Mitsui Zuchieri

 

icon pdf Acesse o PDF (2.2 MB)      

Em razão da crescente importância das políticas ambientais de Estados Unidos da América e União Europeia, inclusive no que concerne à repercussão sobre o comércio internacional, propõe-se a análise comparada das regras e de instituições que regem o tema ambiental nesses dois atores. Após considerações sobre o conceito de potência em matéria de meio ambiente e comércio, identifica-se o impacto das medidas ambientais de UE e dos EUA sobre o sistema de comércio internacional. Posteriormente, analisam-se as duas políticas separadamente, com identificação de instituições e de regras ambientais, com destaque para mudanças decorrentes do conjunto de medidas ambientais recentemente anunciadas por ambos. A comparação entre as duas políticas é estabelecida em seguida. A despeito de diferenças importantes, principalmente na forma como as duas políticas ambientais são construídas internamente, há semelhanças importantes na conexão intencional entre comércio externo e meio ambiente, característica exemplificada na simultaneidade da proposta da taxa de carbono na fronteira, cujos efeitos são incertos para o meio ambiente e previsíveis para os setores industriais tradicionais nos dois mercados.

Palavras-chave: política ambiental; comércio internacional; OMC; EUA; EU; taxa de carbono na fronteira


 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente – Assessoria de Imprensa e Comunicação