Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr

topo td_antigos

TD 0544 - A Capacidade de Absorção de Mão-de-Obra da Economia do Rio de Janeiro

Ricardo Paes de Barros, Daniela Ribeiro da Costa, Miguel Foguel e Rosane Mendonça / Rio de Janeiro, fevereiro de 1998

Este trabalho tem por objetivo determinar em que medida o mercado de trabalho do Rio de Janeiro compartilha com o mercado de trabalho nacional a mesma capacidade de absorção de mão-de-obra. Indicações mostram que talvez a capacidade de absorção de mão-de-obra do Rio de Janeiro seja bem mais limitada que a média nacional. Conclui-se que a insuficiência revelada pelo mercado de trabalho do Rio de Janeiro não pode ser explicada por um processo de crescimento econômico lento. Verifica-se também que a taxa de desemprego não foi empregada, em nenhuma medida, como variável de ajuste. Em suma, a avaliação de que o mercado de trabalho do Rio de Janeiro apresentou uma insuficiente capacidade de absorção de mão-de-obra na década de 90 é ainda condicional à validade da interpretação da queda na taxa de participação como um fenômeno de desencorajamento. Uma resposta mais definitiva a esta questão requer uma análise profunda dos motivos que levaram à queda na taxa de participação, análise que já começa a ser realizada no Brasil.

 

acesseAcesse o documento (166.49 Kb)          

 

Surplus Labor and Industrialization

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea