Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr
18/02/2021 10:42

Famílias de renda baixa registram alívio na inflação, no mês passado


CONTUDO, NOS ÚLTIMOS 12 MESES, A INFLAÇÃO QUE ATINGE ESSAS FAMÍLIAS ACUMULA ALTA DE 6,20%

inflação deu um alivio em janeiro para todas as classes de renda pesquisadas, com maior impacto para as famílias de menor renda, informou o Instituto de Pesquisa Econômica (Ipea). A deflação de 5,6% das tarifas de energia elétrica anulou as altas de aluguel (0,55%) e do gás de botijão (3,19%), e fez a inflação desse segmento cair de 1,58% em dezembro de 2020 para 0,21% no mês passado. Nos últimos 12 meses, porém, a inflação que atinge as famílias de renda mais baixa acumula alta de 6,20%. Já as famílias com renda mais alta registram alta de 2,86%, no mesmo período. "Em janeiro, embora a pressão no preço dos alimentos ainda tenha sido registrada, esse impacto foi menor do que em dezembro. Onze dos 16 itens que compõem o subgrupo de alimentação apresentaram desaceleração da inflação", disse o Ipea em nota Outros destaques que influenciaram a queda da inflação para famílias de baixa renda foram arroz (recuo de 3,84% para 0,24%), carnes (3,58% para 0,08%), frango (2,75% para 0,07%), leite (157% para -1,35%) e óleo de soja (4,99% para 1,08%).

Saiba mais

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente – Assessoria de Imprensa e Comunicação