Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr
28/08/2020 11:16
td-banner

TD 2581 - A Macroeconomia das Epidemias: heterogeneidade Interestadual no Brasil

Luan Borelli e Geraldo Sandoval Góes, Brasília, agosto de 2020   

Neste trabalho utilizamos o modelo SIR-macro de Eichenbaum et al. (2020), em sua versão completa, para efetuar um estudo comparativo das interações entre as decisões econômicas e a pandemia da Covid-19 nos estados de São Paulo, Amazonas, Ceará, Rio de Janeiro e Pernambuco, que, no momento da pesquisa, apresentavam as situações mais críticas entre os 26 estados brasileiros. Com o objetivo de analisar qualitativamente como as principais diferenças intrínsecas a cada estado podem afetar as suas dinâmicas epidêmicas e seus resultados, computamos, para os cinco estados, os resultados do modelo no equilíbrio competitivo e na presença da adoção de políticas ótimas de contenção e avaliamos as consequências destas políticas. Concluímos que as características intrínsecas dos cinco diferentes estados implicam diferenças relevantes na dinâmica epidêmica, nas políticas ótimas de contenção, no efeito da adoção destas políticas e na severidade das recessões econômicas.

Palavras-chave: epidemia, Covid-19, estados, recessões, políticas de contenção, modelo SIR-macro.

  acesseAcesse o sumário executivo  acesseAcesse o documento (2 MB)

 

 

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea