Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr
30/04/2020 12:00
td-banner

TD 2558- Os Ensinos Público e Privado no Brasil e a Incidência de Sobre-Educação no Mercado de Trabalho   

Mauricio Cortez Reis, Rio de Janeiro, abril de 2020

 

A sobre-educação, situação em que a escolaridade do trabalhador é mais elevada que a considerada necessária na sua ocupação, está normalmente associada a uma série de resultados negativos no mercado de trabalho. A baixa qualidade da educação costuma ser apontada como um dos fatores responsáveis pela incidência de sobre-educação, na medida em que trabalhadores com determinado nível educacional não estariam capacitados para exercer as atividades compatíveis com o número de anos de estudo que completaram. Este texto tem como objetivo investigar a relação entre a rede de ensino e a probabilidade de sobre-educação no Brasil, explorando as diferenças de qualidade entre as instituições públicas e privadas. De acordo com os resultados, entre os indivíduos com o ensino médio completo, os egressos de escolas da rede pública têm maior probabilidade de ser sobre-educados que os que saíram de escolas privadas, que geralmente apresentam melhor qualidade de ensino nesse nível educacional. Por sua vez, aqueles que concluíram a formação superior em instituições públicas, em média melhores que as privadas, possuem menor probabilidade de ter um emprego que não exige esse nível de escolaridade

Palavras-chave: ensino público; ensino privado; sobre-educação

Overeducation refers to the extent to which workers acquired education levels in excess of that required by their jobs. Low educational level is pointed out as a determinant for the incidence of overeducation, which is usually associated with negative labor market outcomes. According to this argument, poorly educated workers are only qualified for jobs that require less years of schooling than they obtained. This paper aims to investigate the relationship between the probability of overeducation and the type of educational system (public or private education, which have quite different quality levels in Brazil). Estimates show that workers with secondary education who completed their study in public schools are more likely to be overeducated than those who completed their secondary education in private schools, which usually have better quality than the former ones. Among workers with a bachelor’s degree, those who completed their programs in public institutions, which usually have better quality than private ones for higher education, are less likely to be overeducated

Keywords: private education; public education; overeducation.

 

  acesseAcesse o sumário executivo  acesseAcesse o documento (2 MB)

 

 

 

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea