Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr
28/04/2020 12:00
td-banner

TD 2556 - Ecoinovação: revisitando o conceito   

Priscila Koeller, Pedro Miranda, Maria Cecília Lustosa e Maria Gabriela Podcameni Rio de Janeiro, abril de 2020

 

A inovação com a incorporação da dimensão ambiental, ou ecoinovação, tornou-se um elemento central do debate sobre o desenvolvimento econômico e social diante dos problemas ambientais crescentes decorrentes da ação humana, como visto nas discussões sobre economia verde (green economy) ou sobre crescimento verde (green growth). Tendo essa motivação, este texto resgatou a relação entre o meio ambiente, a tecnologia e a inovação e a discussão conceitual sobre ecoinovação, com foco em suas características e possíveis alterações em razão da quarta edição do Manual de Oslo. Esse resgate reforçou aspectos fundamentais do documento, como a mudança do foco para os resultados alcançados, porém reforçou também dificuldades de mensuração da ecoinovação, especialmente se considerada a avaliação do ciclo de vida (ACV). Ao mesmo tempo, apontou que a incorporação da quarta edição do manual e da possibilidade de considerar outros agentes além das empresas como ecoinovadores poderá contribuir para reduzir divergências entre os conceitos analisados e consolidar o conceito de ecoinovação.

Palavras-chave: ecoinovação; inovação ambiental; Manual de Oslo.

Innovation with environmental dimension or eco-innovation became a central element in discussions on economic and social development and growing environmental issues arising from human action, as on green economy or green growth debate. With this motivation, this article reviews the relationship between environment, technology and innovation and the conceptual discussion on eco-innovation, focusing on its characteristics and possible changes due to the Oslo Manual, 4th edition. This analysis reinforced some of its fundamental aspects, as the focus to the results achieved on environmental. However, it also reinforced difficulties in measuring eco-innovation (MEI), especially considering life-cycle assessment. At the same time, this paper pointed out that with Oslo Manual, 4th edition, and the possibility of considering other agents besides the companies as eco-innovators could contribute to reduce divergences between analyzed concepts and to consolidate an eco-innovation concept.

Keywords: eco-innovation; environmental innovation; Oslo Manual.

 

  acesseAcesse o sumário executivo  acesseAcesse o documento (2 MB)

 

 

 

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea