Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr
noticias
09/12/2019 10:00

Demanda industrial inicia último trimestre de 2019 em alta


Indicador Ipea que mede a demanda de bens industriais registra crescimento pelo segundo mês consecutivo, com alto grau de disseminação entre os segmentos

O Indicador Ipea Mensal de Consumo Aparente de Bens Industriais registrou alta pelo segundo mês consecutivo, iniciando o quarto trimestre do ano em 1,8%, na comparação com setembro. Com esse resultado, o trimestre móvel encerrado em outubro registrou crescimento de 2,4%. Os números foram divulgados nesta segunda, 09/12, pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

Basicamente, o indicador calcula tudo que foi produzido pela indústria no país, mas não foi exportado – ou seja, ficou para consumo interno (ou estoques) –, e adiciona as importações. Portanto, o consumo aparente (CA) é medido pela produção líquida das exportações, adicionadas as importações. Entre os componentes do CA, enquanto a produção interna destinada ao mercado nacional cresceu 4,4% em outubro, as importações de bens industriais registraram queda de 5,8%.

A alta disseminação do crescimento entre os segmentos industriais chama a atenção na análise: já é o segundo mês com um índice de difusão maior que 70% – ou seja, a maior parte dos componentes apresentou crescimento. Em outubro, na comparação com o mês anterior, 17 segmentos avançaram, de um total de 22, chegando a um índice de difusão de 77%, seguido de 73% em setembro. O setor de metalurgia, grande destaque entre os segmentos com peso relevante, registrou avanço de 5,9% na margem.

A indústria da transformação, responsável pelo peso de 95% dos resultados da indústria geral, registrou em outubro crescimento de 2,6% – terceira alta consecutiva. Já a extrativa, responsável pelos outros 5% da indústria geral, recuou 4,5% no mesmo mês. A indústria geral avançou 2,4% no trimestre móvel encerrado em outubro.

Autor do estudo e pesquisador do Grupo de Conjuntura do Ipea, Leonardo Mello de Carvalho explica que os números refletem uma melhora já expressa no crescimento do PIB

Industrial. “É um processo que vem sendo encorpado, corroborando os números positivos identificados no desempenho do PIB geral até o terceiro trimestre do ano”, ressalta.

Acesse a íntegra do indicador

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea