Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr SoundCloud
06/02/2014 10:52

Centro-Oeste e Norte lideram expansão de área plantada 


No país, a extensão das terras ocupadas por áreas plantadas aumentou 24% entre 1994 e 2010

Norte do Amapá, Oriental de Tocantins, e Sul do Amapá foram as mesorregiões que mais elevaram sua participação na área plantada brasileira no período de 1994 a 2010. O Norte do Amapá, por exemplo, multiplicou por nove sua participação no total da área plantada. Os dados estão em um estudo recém-publicado pelo Ipea, que analisou o perfil e a desigualdade da expansão da área plantada nas mesorregiões brasileiras, entre 1994 e 2010.

A pesquisa mostra um aumento da área plantada no sentido centro-noroeste do país, com diferentes eixos e epicentros de crescimento de área plantada. Entre as mesorregiões identificadas com maior ritmo de expansão, no entanto, destacaram-se também algumas localizadas em fronteiras agrícolas já teoricamente estabilizadas, como São José do Rio Preto (SP), do Alto Paranaíba/Triângulo Mineiro (Minas Gerais) e do Norte Central Paranaense (Paraná).

Mesorregião, segundo o estudo, é um conjunto de microrregiões contíguas e contidas na mesma Unidade da Federação, agrupadas com base no quadro natural, no processo social e na rede de comunicações e de lugares. Outras mesorregiões se sobressaíram individualmente por conta da ampliação absoluta de área plantada. São os casos do Norte Mato-Grossense, Sul Goiano, Sudoeste de Mato Grosso do Sul, Extremo Oeste Baiano, Sudeste Mato-Grossense, Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba, Nordeste Mato-Grossense, São José do Rio Preto, Sul Maranhense e Norte Central Paranaense.

Para medir o crescimento de área plantada nas mesorregiões brasileiras, o estudo teve como base os dados da Pesquisa de Produção Agrícola Municipal (PAM) e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Foram utilizadas análises de grupamentos para identificar similaridades entre as mesorregiões agrícolas. No mapa abaixo, a área 1, em que foram observadas as maiores expansões participativas entre 1994 e 2010, está marcada em preto.



Desempenho agrícola
De acordo com os dados da pesquisa, o comportamento da área agrícola brasileira teve dois períodos distintos. Entre 1995 e 2001, as áreas plantadas e colhidas foram inferiores ao nível registrado no início da série (1994). A partir de 2002, no entanto, a ocupação de áreas ganhou fôlego e encerrou 2010 com uma expansão de área plantada de 24% em relação a 1994.

Acesse a íntegra do TD nº 1926 - Expansão de Área Agrícola: perfil e desigualdade entre as mesorregiões brasileiras

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente – Assessoria de Imprensa e Comunicação