Curso de Macroeconomia e Desenvolvimento vai ao RS

Curso de Macroeconomia e Desenvolvimento vai ao RS

Esta será a décima e última edição do evento, que já reuniu cerca de 250 participantes em nove estados do País

Foto: Vítor Hugo Komura
100729_claudioamitrano
"Claudio Amitrano, Técnico de Planejamento e Pesquisa da Dimac, ministra aula de Macroeconomia em Belo Horizonte"

O curso de Macroeconomia e Desenvolvimento em Santa Maria, Rio Grande do Sul, é promovido e organizado pela Diretoria de Estudos e Políticas Macroeconômicas (Dimac) do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), em parceria com Centro Internacional Celso Furtado, com apoio da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). O encontro será realizado dos dias 2 a 5 de agosto no auditório de Ciências Sociais e Humanas da UFSM (Avenida Roraima, 1000, Cidade Universitária, Camobi) das 9h às 12h30.  Esta será a décima e última edição do curso, que já foi ministrado em Salvador, Fortaleza, Goiânia, João Pessoa, Belém do Pará (duas edições), Recife e Belo Horizonte. No total, cerca de 250 pessoas participaram de todas as edições.
 
Endereçado a economistas em atividade em instituições públicas e estudantes, esse curso de capacitação tem obtido excelente avaliação por parte dos participantes e das entidades envolvidas. O estado do Rio Grande do Sul recebe a última edição e encerra um ciclo de sucesso e metas alcançadas com a discussão da macroeconomia e desenvolvimento por nove estados brasileiros.
 
Macroeconomia e Desenvolvimento Econômico são as duas disciplinas ensinadas, cada uma com sete horas de aula. A primeira, sobre os fundamentos da análise macroeconômica no enfoque keynesiano, conta com o professor e técnico de planejamento e pesquisa do Ipea Victor Leonardo de Araujo. Entre os temas abordados, os determinantes do comportamento do Produto Interno Bruto (PIB) e do emprego, com ênfase no papel da política econômica, considerados os três principais instrumentos: a política fiscal, a política monetária e a política cambial. A condução dos três instrumentos no caso brasileiro é analisada, com realce na inadequação a um projeto de desenvolvimento de longo prazo.
 
Já a disciplina Desenvolvimento Econômico é ministrada por Carlos Pinkusfeld Bastos, professor da Universidade Federal Fluminense (UFF). O palestrante toma por base a vertente teórica e o processo histórico do desenvolvimento. Ele aborda os elementos centrais da teoria do desenvolvimento, elaborada a partir da segunda metade do século XX, seus eixos analíticos e os seus principais autores, bem como a organização do mundo a partir do desenvolvimento do capitalismo industrial, no século XIX. O curso destaca o caso brasileiro como exemplo dessa dinâmica da economia mundial.
 
A palestra de encerramento será proferida por Claudio Roberto Amitrano, da Dimac, no dia 5, às 19h. O tema será “A economia brasileira no período recente e as perspectivas de crescimento”. O coordenador do curso é Marcelo Fernandes, e o professor responsável é Elder Estevão de Mello, do Departamento de Ciências Econômicas da UFSM. Haverá avaliação final e entrega de certificados na Faculdade de Economia a todos que comparecerem a, no mínimo, 75% das aulas.