Arquivo da tag: ICTI

Índice de Custo da Tecnologia da Informação (ICTI) – junho de 2021

Por Maria Andreia Parente Lameiras

O Índice de Custo da Tecnologia da Informação (ICTI), calculado pelo Ipea, apresentou uma variação de 0,07% em junho de 2021, situando-se 0,71 ponto percentual (p.p.) abaixo da taxa registrada no mês anterior. Na comparação com o mesmo mês de 2020, a variação foi 0,26 p.p. menor.

Após a incorporação desse resultado, o ICTI acumula variação de 8,25% nos últimos doze meses, situando-se em patamar abaixo dos registrados pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), pelo Índice de Preços por Atacado segundo Estágios de Processamento (IPA-EP) e pelo Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M), da Fundação Getulio Vargas (FGV), como mostra a tabela 1.

Tabela 1 - jun21

Na desagregação entre os oito grupos de serviços que compõem o ICTI, observa-se que, no acumulado em doze meses, a maior contribuição veio do segmento de demais despesas operacionais, que contribuiu com 6,4 p.p., responsável aproximadamente por 78% da variação total apresentada pelo índice.

Tabela 2 - jun21

Acesse o texto completo

Acesse a série histórica completa



------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Índice de Custo da Tecnologia da Informação (ICTI) – maio de 2021

Por Maria Andreia Parente Lameiras

O Índice de Custo da Tecnologia da Informação (ICTI), calculado pelo Ipea, apresentou taxa de variação de 0,78% em maio de 2021, situando-se 0,35 ponto percentual (p.p.) acima da taxa registrada no mês anterior. Na comparação com o mesmo mês de 2020, a variação foi 0,52 p.p. maior.

Após a incorporação desse resultado, o ICTI acumula uma variação de 8,53% nos últimos doze meses, mantendo-se em patamar acima do que foi registrado pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), do Instituto Brasileiro de Geografia (IBGE), mas abaixo tanto do observado pelo Índice de Preços por Atacado segundo Estágios de Processamento (IPA-EP), quanto pelo Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M), da Fundação Getúlio Vargas (FGV), como mostra a tabela 1.

210805_cc_52_nota_10_icti_maio_21_tabela_01

Na desagregação entre os oito grupos de serviços que compõem o ICTI, observa-se que, no acumulado em doze meses, as maiores contribuições vêm dos segmentos de demais despesas operacionais e material de consumo, que, juntos, contribuíram com 8,07 p.p., sendo responsáveis por 95% da variação total apresentada pelo índice. No sentido contrário, o grupo gasto com pessoal vem afetando negativamente o ICTI (- 0,97 p.p.).

210805_cc_52_nota_10_icti_maio_21_tabela_02

Acesse o texto completo

Acesse aqui a planilha com a série histórica do indicador



------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Índice de Custo da Tecnologia da Informação (ICTI) – abril de 2021

Por Maria Andreia Parente Lameiras

O Índice de Custo da Tecnologia da Informação (ICTI), calculado pelo Ipea, apresentou variação de 0,43% em abril de 2021, situando-se 0,29 ponto percentual (p.p.) abaixo da taxa registrada no mês anterior. Na comparação com o mesmo mês de 2020, a variação foi 0,19 p.p. menor.

Após a incorporação desse resultado, o ICTI acumula alta de 7,97% nos últimos doze meses, mantendo-se em patamar acima do registrado pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mas abaixo do observado tanto no Índice de Preços por Atacado segundo Estágios de Processamento (IPA-EP) quanto no Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M), da Fundação Getulio Vargas (FGV), como mostra a tabela 1.

Tabela 1

Na desagregação entre os oito grupos de serviços que compõem o ICTI, observa-se que, no acumulado em doze meses, a maior contribuição veio dos segmentos demais despesas operacionais e material de consumo, que, juntos, contribuíram com 7,42 p.p., sendo responsáveis por 93% da variação total apresentada pelo índice. No sentido contrário, gasto com pessoal vem afetando negativamente o ICTI, com impacto de 0,88 p.p.

Tabela 2

Acesse o texto completo

Acesse aqui a planilha com a série histórica do indicador



------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Índice de Custo da Tecnologia da Informação (ICTI) – março de 2021

Por Maria Andreia Parente Lameiras

O Índice de Custo da Tecnologia da Informação (ICTI), calculado pelo Ipea, apresentou variação de 0,72% em março de 2021, situando-se 0,03 ponto percentual (p.p.) abaixo da taxa registrada no mês anterior. Na comparação com o mesmo período de 2020, o índice permaneceu praticamente estável (0,73%).

Com a incorporação desse resultado, o ICTI acumula alta de 8,18% nos últimos doze meses, mantendo-se em patamar acima do registrado pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), do Instituto Brasileiro de Geografia (IBGE), mas abaixo do apontado tanto pelo Índice de Preços por Atacado segundo Estágios de Processamento (IPA-EP) quanto pelo Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M), da Fundação Getúlio Vargas (FGV), como mostra a tabela 1.
210607_cc_51_nota_23_icti_marco_21_tabela_01
Na desagregação entre os oito grupos de serviços que compõem o ICTI, observa-se que, no acumulado em doze meses, a maior contribuição veio do segmento demais despesas operacionais, cujo impacto de 5,57 p.p. foi responsável por aproximadamente 68% da variação total apresentada pelo índice. Ainda que em menor intensidade, o grupo material de consumo também vem afetando positivamente o ICTI, com impacto de 1,89 p.p.210607_cc_51_nota_23_icti_marco_21_tabela_02

Acesse o texto completo

Acesse aqui a planilha com a série histórica do indicador



------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Índice de Custo da Tecnologia da Informação (ICTI)- fevereiro de 2021

Por Maria Andreia Parente Lameira

O Índice de Custo da Tecnologia da Informação (ICTI), calculado pelo Ipea, registrou variação de variação de 0,75% em fevereiro de 2021, permanecendo 0,05 ponto percentual (p.p.) abaixo da taxa registrada no mês anterior. Na comparação com o mesmo mês de 2020, a alta apontada foi de 0,36 p.p.

Com a incorporação desse resultado, o ICTI acumula uma variação de 8,19% nos últimos doze meses, situando-se em patamar acima do que registrado pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), do Instituto Brasileiro de Geografia (IBGE), mas abaixo tanto do Índice de Preços por Atacado segundo Estágios de Processamento (IPA-EP), quanto do Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M), da Fundação Getulio Vargas (FGV), como mostra a tabela 1.

210505_cc_51_nota_11_icti_fev21_tabela_01Na desagregação entre os oito grupos de serviços que compõem o ICTI, observa-se que, no acumulado em doze meses, o maior impacto veio do segmento “Demais despesas operacionais”, cuja contribuição de 5,18 p.p. foi responsável por aproximadamente 63% da variação total apresentada pelo índice. No sentido contrário, a queda de 0,89% no segmento “Pessoal” gerou um alívio de 0,42p.p. no ICTI de fevereiro.

210505_cc_51_nota_11_icti_fev21_tabela_02

Acesse o texto completo



------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Índice de Custo da Tecnologia da Informação (ICTI) – janeiro de 2021

Por Maria Andréia P. Lameiras

O Índice de Custo da Tecnologia da Informação (ICTI), calculado pelo Ipea, apresentou uma variação de 0,8% em janeiro de 2021, situando-se 0,52 ponto percentual (p.p.) acima da taxa registrada no mês anterior. Na comparação com o mesmo mês de 2020, o índice avançou 0,36 p.p.

Com a incorporação desse resultado, o ICTI acumula uma variação de 7,8% nos últimos doze meses, mantendo-se em patamar superior ao registrado pelo IPCA, do IBGE, mas abaixo tanto do Índice de Preços por Atacado segundo Estágios de Processamento (IPA-EP) quanto do Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M), da FGV.

Na desagregação entre os oito grupos de serviços que compõem o ICTI, observa-se que, no acumulado em doze meses, a maior contribuição veio do segmento de demais despesas operacionais, cuja alta de 4,60% foi responsável por aproximadamente 59% da variação total apresentada pelo índice. Ainda que em menor intensidade, o segmento material de consumo também afetou significativamente o ICTI, com impacto de 1,95 p.p. No sentido contrário, a queda de 0,78% nos gastos de pessoal vem gerando redução de custos.

Tabela 1_jan21

Tabela 2 - jan21

Acesse o texto completo

Acesse aqui a planilha com a série histórica do indicador



------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Índice de Custo da Tecnologia da Informação (ICTI) – dezembro de 2020

Por Maria Andreia Parente Lameiras

O Índice de Custo da Tecnologia da Informação (ICTI), calculado pelo Ipea, apresentou variação de 0,28% em dezembro de 2020, mantendo-se 0,39 ponto percentual (p.p.) abaixo da taxa registrada no mês anterior. Na comparação com o mesmo mês de 2019, a variação foi 0,35 p.p. menor.

Com uma incorporação desse resultado, o ICTI acumula uma variação de 7,42% nos últimos doze meses, atingindo um patamar acima do registrado pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), do Instituto Brasileiro de Geografia (IBGE), mas abaixo tanto do Índice de Preços por Atacado segundo Estágios de Processamento (IPA-EP) quanto do Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M), da Fundação Getúlio Vargas (FGV), como mostra a tabela 1.

Na desagregação entre oito grupos de serviços que compõem o ICTI, nota-se que, no acumulado em doze meses, a maior contribuição veio do segmento de demais despesas operacionais, cujo impacto de 4,1 p.p. foi responsável por aproximadamente 55% da variação total apresentada pelo índice. Ainda que em menor intensidade, o segmento de material de consumo também afetou significativamente o ICTI, com contribuição de 1,8 p.p.

210305_cc_50_nota_18_icti_dezembro20_tabela_1_dez20

210305_cc_50_nota_18_icti_dezembro20_tabela_2_dez20



------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Índice de Custo da Tecnologia da Informação (ICTI) – novembro de 2020

Por Maria Andreia Parente Lameiras

O Índice de Custo da Tecnologia da Informação (ICTI), calculado pelo Ipea, apresentou uma variação de 0,67% em novembro de 2020, mantendo estabilidade em relação ao ano anterior (0,665). Na comparação com novembro de 2019, o índice avançou 0,42 ponto percentual (p.p.).

Como uma incorporação desse resultado, o ICTI acumula uma variação de 7,80% nos últimos doze meses, atingindo um patamar superior ao registrado pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), porém abaixo do observado tanto no Índice de Preços por Atacado segundo Estágios de Processamento (IPA-EP) quanto no Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M), da Fundação Getúlio Vargas (FGV), como mostra a tabela 1.

210202_cc_50_nota_9_icti_novembro20_tabela_1

210202_cc_50_nota_9_icti_novembro20_tabela_2

Na desagregação pelos oito grupos de serviços que compõem o ICTI, nota-se que, no acumulado em doze meses, as maiores contribuições vieram dos segmentos despesas operacionais e materiais de consumo, cujos impactos de 4,34 p.p. e 1,73 p.p., respectivamente, responderam conjuntamente por 77,8% da variação total apontada pelo índice.

Acesse aqui a planilha com a série histórica do indicador



------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Índice de Custo da Tecnologia da Informação (ICTI) – outubro de 2020

O Índice de Custo da Tecnologia da Informação (ICTI), calculado pelo Ipea, apresentou taxa de variação de 0,66% em outubro de 2020, situando-se 0,56 ponto percentual (p.p.) abaixo da taxa registrada no mês anterior. Na comparação com o mesmo mês de 2019, houve uma alta de 0,4 p.p.

Após a incorporação desse resultado, o ICTI acumula uma variação de 7,35% nos últimos doze meses, atingindo patamar superior ao registrado pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), do Instituto Brasileiro de Geografia (IBGE), mas inferior ao observado tanto no Índice de Preços por Atacado segundo Estágios de Processamento (IPA-EP), quanto no Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M), da Fundação Getúlio Vargas (FGV), como mostra a tabela 1.

210106_cc_50_tabela_1_icti_out20

Na desagregação entre os oito grupos de serviços que compõem o ICTI, observa-se que, no acumulado em doze meses, as maiores contribuições vieram dos segmentos demais despesas operacionais e material de consumo, cuja contribuição conjunta (5,3 p.p.) respondeu por aproximadamente 72% da variação total apresentada pelo índice no período.

210106_cc_50_tabela_2_icti_out20

Acesse aqui a planilha com a série histórica do indicador



------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Índice de Custo da Tecnologia da Informação (ICTI) – setembro de 2020

O Índice de Custo da Tecnologia da Informação (ICTI), calculado pelo Ipea, apresentou variação de 1,22% em setembro de 2020, situando-se 0,59 ponto percentual (p.p.) acima da taxa registrada no mês anterior. Na comparação com o mesmo mês de 2019, o avanço foi de 0,69 p.p.

Após a incorporação desse resultado, o ICTI acumula, nos últimos doze meses, alta de 6,93%, atingindo patamar acima do registrado pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), do Instituto Brasileiro de Geografia (IBGE), porém abaixo tanto do Índice de Preços por Atacado segundo Estágios de Processamento (IPA-EP), quanto do Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M), da Fundação Getulio Vargas (FGV), como mostra a tabela 1.

201203icti_setembro_2020_tabela_01

Na desagregação entre os oito grupos de serviços que compõem o ICTI, observa-se que, no acumulado em doze meses, as maiores contribuições vieram dos segmentos demais despesas operacionais e material de consumo, que, juntos, contribuíram com 4,63 p.p., respondendo por aproximadamente 70% da variação total apresentada pelo índice. Ainda que em menor intensidade, o segmento pessoal também afetou significativamente o ICTI, com impacto de 1,09 p.p. No sentido contrário, a queda de 5,55% nos preços de energia elétrica vem gerando redução de custos.

201203icti_setembro_2020_tabela_02

Acesse aqui a planilha com a série histórica do indicador



------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------