Compras Públicas e Inovação: notas iniciais sobre a experiência da união europeia

Compras Públicas e Inovação: notas iniciais sobre a experiência da união europeia

Radar nº 42 - Dezembro de 2015

As pesquisas voltadas para a compreensão das políticas de inovação pelo lado da demanda (em inglês, demand based innovation policies – DBIP) têm ganhado vulto no período recente, especialmente diante da constatação das limitações das políticas de inovação mais tradicionais, que atuam pelo lado da oferta, em promover o processo de inovação (Macedo, no prelo). Nesse mister, Guerzoni e Raiteri (2015) encontraram, recentemente, evidências empíricas que sugerem que o papel das políticas de inovação pelo lado da oferta tem sido superestimado, enquanto o papel das compras públicas voltadas para a inovação é mais que uma hipótese teórica, dado que não apenas possuem impacto no comportamento inovativo das firmas, como também reforçam de forma efetiva os efeitos positivos das políticas baseadas em oferta.

Autora: Flávia de Holanda Schmidt Squeff

   
icon pdf Acesse o artigo completo em PDF