Comércio Internacional e Desigualdade no Brasil

Comércio Internacional e Desigualdade no Brasil

Radar nº 56 - Abril de 2018

Em Comércio internacional e desigualdade no Brasil, Bruno César Araújo sintetiza análises do impacto da abertura realizada a partir dos anos 1990 sobre a desigualdade no país. Tais análises sugerem realocação do trabalho em direção aos setores mais intensivos em mão de obra não qualificada, além de destruição de emprego potencial (mais ligado ao aumento de produtividade). Ainda, o autor conclui que, caso o Brasil não eleve seu patamar educacional, um novo processo de abertura pode gerar problemas estruturais, como desemprego e fuga para a informalidade ou em direção a setores menos produtivos.

Palavras-chave:comércio internacional, abertura comercial, desigualdade.

Autores: Bruno César Araujo

   
icon pdf Acesse o artigo completo em PDF
icon pdf Acesse os gráficos em EXCEL