Exportações do complexo soja-milho-aves: concorrentes do Brasil e potenciais acordos bilaterais

Exportações do complexo soja-milho-aves: concorrentes do Brasil e potenciais acordos bilaterais

Radar nº 53 - Outubro de 2017

Com base em dados da Food and Agriculture Organization (FAO) mapearam-se países que podem estabelecer ou aprofundar parcerias comerciais com potencial de perda de espaço para as exportações brasileiras do complexo soja-milho-aves. Para soja, os potenciais acordos bilaterais que podem ameaçar a posição brasileira são, principalmente, aqueles que contemplem, de um lado, EUA, UE ou Argentina e, do outro lado, China, Irã, Indonésia e Índia. No caso do milho, os EUA figuram como ponto de atenção, embora o país também seja grande importador em alguns de seus subprodutos. Potenciais arranjos bilaterais envolvendo a UE podem igualmente ser preocupantes se firmados com países do sudeste asiático ou do Oriente Médio. Já em relação às exportações brasileiras de frango, Rússia, EUA, UE, Tailândia e Indonésia são países ofertantes que podem obter melhor acesso em mercados relevantes, sobretudo no Sudeste Asiático, Reino Unido e Arábia Saudita.

Palavras-chave: Soja-milho-aves; exportações; parcerias comerciais.

Autores: Rogério Edivaldo Freitas e Gesmar Rosa dos Santos

   
icon pdf Acesse o artigo completo em PDF
icon pdf Acesse os gráficos em EXCEL