Mesorregiões Brasileiras com Expansão de Área Agrícola

Mesorregiões Brasileiras com Expansão de Área Agrícola

Radar nº 41 - Outubro de 2015

Estudo anterior (Freitas, 2014) realizou o mapeamento de quatro elementos que podem dinamizar ou gerar ganhos de produtividade na agricultura brasileira. São eles: elevar o patamar de educação e de assistência técnica para o produtor; ampliar os investimentos em infraestrutura; alocar adequadamente os recursos em pesquisa agrícola; e mitigar os condicionantes sistêmicos.

No que concerne à educação e à assistência técnica, agricultores com melhor qualificação tendem a experimentar menores custos de transferência tecnológica e melhor incorporação de técnicas de manejo nas operações a campo. Esse raciocínio também é válido no âmbito intergeracional, ou seja, a oferta de melhor qualificação-educação para os filhos dos agricultores é benéfica para a absorção de tecnologia ao longo do tempo, dentro da propriedade. Neste aspecto, o papel das cooperativas é tido como sine qua non para todas as regiões brasileiras.

Segundo Alves (2013), os modestos investimentos em educação explicariam, em parte, as históricas dificuldades de adoção de tecnologia pela maioria dos produtores, particularmente nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

Autores: Rogério Edivaldo Freitas e Aguinaldo Nogueira Maciente

   
icon pdf Acesse o artigo completo em PDF