O DESCONHECIMENTO DA REFORMA SANITÁRIA E DA LEGISLAÇÃO DO SUS NA PRÁTICA DO CONSELHO DE SAÚDE

Tânia Regina Krüger

Resumo


O processo de implementação do Sistema Único de Saúde (SUS) e a prática conselhista na área da saúde estão sofrendo com os limites do movimento de reforma sanitária. As análises desses limites acontecem a partir da fala de conselheiros municipais de saúde, que estão vivendo a responsabilidade de juntamente com o poder público implementar o SUS. Mas  não participaram de todo esse movimento de reivindicação e reconhecimento dos direitos, agora tendo a responsabilidade de implementá- los, sentem a falta dessas referências e acabam por reproduzir práticas tradicionais de nossa cultura política. Uma proposição de pedagogia política que possa ser construída no espaço dos Conselhos pode ser uma forma de preparar os diferentes segmentos sociais para participarem efetivamente desses espaços, socializarem tal proposta política e serem sustentação orgânica de tais princípios junto à sociedade.


Palavras-chave


REFORMA SANITÁRIA, LEGISLAÇÃO DO SUS, CONSELHO DE SAÚDE

Texto completo:

PDF