A IMPORTÂNCIA DE SE CONHECER MELHOR AS FAMÍLIAS PARA A ELABORAÇÃO DE POLÍTICAS SOCIAIS NA AMÉRICA LATINA

Marcelo Medeiros

Resumo


O artigo analisa a importância dos estudos sobre a composição e a organização das famílias para a formulação de políticas sociais na América Latina. Nele são ressaltadas diferentes formas de se considerar as famílias em programas sociais, concluindo que o conhecimento acerca dos arranjos familiares é relevante, pois está relacionado a diversos fatores: a) as relações entre membros da família podem ter implicações que geram externalidades positivas ou negativas à sociedade; b) as características das famílias podem ser usadas como critérios de focalização; c) as famílias podem ser usadas para conceber, executar ou controlar programas; e d) as políticas sociais podem afetar e ter seus objetivos afetados pelas diferentes formas de organização familiar.


Palavras-chave


ARRANJOS FAMILIARES, POLÍTICAS SOCIAIS, AMÉRICA LATINA

Texto completo:

PDF