Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr

topo livro_politicas_incent_inov_tecn_brasil

TD 1627 - Mercosul aos Vinte Anos: Uma Avaliação Econômica

Renato Baumann / Brasília, junho de 2011  

Em março de 2011 a assinatura do Tratado de Assunção por Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai completou 20 anos. Acordos comerciais que promovam a criação de "espaços econômicos comuns" entre países podem ser vistos como ferramentas para a promoção do desenvolvimento econômico. O objetivo deste artigo é avaliar até que ponto é possível considerar o Mercado Comum do Sul (Mercosul) como tal. Mostra-se que - à diferença de outras regiões - não houve grandes progressos no que se refere à redução da distância econômica entre os países participantes.

On March, 2011 the signing of the Treaty of Assunción by Argentina, Brazil, Paraguay and Uruguay celebrated its 20th anniversary. Preferential trade agreements that create "joint economic spaces" might be seen as useful tools to promote economic development. This article discusses to what extent this can be said from Mercosur. It is shown that - as different from what is seen in other regions - there has no been no major achievement insofar as the economic distance between the participating countries is concerned.

 

acesseAcesse o documento (917KB)           

Surplus Labor and Industrialization</strong


 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea