Twitter
Youtube
facebook
LinkedIn
Slideshare

 

topo livro_politicas_incent_inov_tecn_brasil

TD 1586 - Volatilidade da Taxa de Câmbio Real e Taxa de Juros no Brasil: Evidências de um Modelo Var-Garch-M Para o Período 1999-2010

Vinícios dos Santos Cerqueira / Brasília, março de 2011

 Este trabalho investiga a relação entre taxa de juros e volatilidade da taxa de câmbio real efetiva no Brasil. Por meio de um modelo GARCH multivariado simultâneo, que permite estimar equações para a média e a variância em único estágio, infere-se que: não é possível afirmar que as variações e a volatilidade da taxa de câmbio real efetiva e da taxa de juros - Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (Selic) ou Selic descontada a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) - sejam independentes. No contexto do regime de metas para a inflação, tal consideração sugere que a elevada volatilidade cambial no Brasil pode estar relacionada com a regra de política monetária adotada no país.

This paper investigates the relationship between interest rate and volatility of real effective exchange rate in Brazil. Through a simultaneous multivariate GARCH model, which allows estimating equations for the mean and variance in a single stage, it was observed that: it`s not possible to say that the percentage change in real effective exchange rate, its volatility and interest rate (Selic and Selic discounted the inflation calculated by IPCA) are independent. Under the regime of inflation targeting, this account suggests that the high exchange rate volatility in Brazil may be related to the monetary policy rule adopted in the country.

 

acesseAcesse o documento (917KB)          

Surplus Labor and Industrialization</strong


 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea