Twitter
Youtube
facebook
LinkedIn
Slideshare

 


topo livro_politicas_incent_inov_tecn_brasil

TD 1638 - Custo de Bem-Estar da Violência Letal no Brasil e Desigualdades Regionais, Educacionais e de Gênero

Daniel Ricardo de Castro Cerqueira e Rodrigo R. Soares/Brasília, julho de 2011

Neste trabalho nós estimamos o custo de bem-estar da violência letal no Brasil e analisamos como as heterogeneidades regionais, educacionais e de gênero afetam esse resultado. Na abordagem empregada, baseada em Rosen (1988) e Soares (2006), nós calculamos a disposição marginal a pagar para evitar o risco de morte prematura devido à violência. Os resultados, obtidos a partir de informações das características de cada indivíduo morto e em dados socioeconômicos e demográficos da população, indicam que o custo de bem-estar da violência letal representa 78% do produto interno bruto (PIB), o que equivale a uma parcela anual de 2,3% do PIB. Nossas análises indicaram ainda que o emprego de dados agregados para efetuar tais cálculos, sem levar em conta as heterogeneidades supramencionadas, pode conduzir a um viés de até um quarto do valor que seria obtido caso aquelas diferenças socioeconômicas fossem consideradas.

In this paper we estimate the welfare cost of lethal violence in Brazil and analyze the impact of regional, educational, and gender heterogeneities. In the adopted approach,which is based on Rosen (1988) and Soares (2006), we calculate the marginal willingness to pay to avoid the risk of premature death due to violence. The results, derived from information on the characteristics of each individual killed and on socioeconomic and demographic data, indicate that the welfare cost of lethal violence is the equivalent of 78% of GDP or 2.3% of GDP per annum. Our analysis also indicated that reliance on aggregate data to perform such calculations, without taking into account the different types of heterogeneity mentioned, can lead to a bias of up to 40% of the value thatwould be obtained were those socioeconomic differences considered.


 
acesseAcesse o documento (917KB)          

Surplus Labor and Industrialization


 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea