Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr
06/12/2010 16:40

Famílias estão otimistas com economia brasileira 

Índice de Expectativas das Famílias aponta que brasileiros estão mais confiantes no futuro do País e de suas famílias

O brasileiro está mais otimista em relação à situação socioeconômica do País.  Em sua quarta edição, a pesquisa domiciliar do Ipea denominada Índice de Expectativas das Famílias (IEF) aponta crescimento no otimismo das famílias brasileiras.  

O índice, que é resultado de pesquisa mensal realizada em 3810 domicílios de todo o País, foi divulgado na tarde desta segunda-feira, 6, na sede do Ipea em Brasília. Dentre os resultados, destaca-se que 64% das famílias pesquisadas acreditam numa melhora da economia brasileira nos próximos 12 meses.

As famílias também avaliam bem sua situação atual em comparação à de um ano atrás. Três em cada quatro famílias acreditam estar em melhor situação.  Cerca de 80% das famílias têm expectativa de que estarão melhor economicamente daqui um ano e mais da metade das famílias brasileiras consideram este momento como propício para consumir bens de consumo duráveis

O IEF foi apresentado pelo chefe da Assessoria Técnica da Presidência do Ipea, Milko Matijascic e pelo técnico de Planejamento e Pesquisa Sandro Sacchet e abordou também aspectos como o endividamento das famílias e situação de segurança na ocupação profissional do responsável pelo domicílio.

Para Milko Matijascic o resultado do IEF é promissor: “As famílias estão otimistas e esse otimismo tem evoluído a cada mês. A maior parte delas vê segurança na posição profissional e está propensa a consumir bens duráveis”, destacou.

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea