Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr
topo livro_politicas_incent_inov_tecn_brasil

TD 1398 - O Mercado de Trabalho Rural: Evolução Recente, Composição da Renda e Dimensão Regional

Bernardo Campolina, Fernando Gaiger Silveira e Luis Carlos G. de Magalhães / Rio de Janeiro, março de 2009

Este trabalho tem por objetivo investigar as mudanças no mercado de trabalho rural brasileiro nos últimos dez anos. Está dividido em três seções, além de uma breve introdução. A seção 2 mostra o desempenho do mercado de trabalho e da renda rural brasileira com base nas informações de séries da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e na Relação Anual de Informações Sociais (Rais), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). São analisados o comportamento da população rural brasileira e a evolução da população economicamente ativa (PEA) rural, destacando-se a importância das ocupações nãoagrícolas, a taxa de desocupação e a composição da mão-de-obra segundo a posição na ocupação. Em seguida, discute-se a evolução dos rendimentos da população rural, decompondo-os segundo sua origem - trabalho, aposentadorias e pensões, transferências e outras fontes -, bem como da desigualdade da renda pessoal no meio rural. Por fim, são cotejadas as informações das Pnads e da Rais em relação ao grau de formalização da mãode-obra ligada às atividades agropecuárias. A seção 3 procura mostrar as diferenças regionais nos mercados de trabalho rural e agrícola brasileiro, tendo por base os censos demográficos, a Pnad e a Rais, centrando o foco nas especificidades do perfil da mão-de-obra, da composição dos rendimentos, do peso das ocupações não-agrícolas e do nível de formalização. Por último, são apresentadas algumas considerações finais.

This paper focuses on the changes in income and activity sectors on the economically active rural population (EAP) between 1996 and 2006. Besides a brief introduction, its divide into more tree parts. The first part analyzes the changes in income and activity sectors based on the National Household Survey (PNAD) and on Statistics of Employment form them Ministry of Labor, RAIS. We present the evolution of the rural EAP showing how important are nonfarm employment and income for the rural population and the changes occurred during the past 10 years. We also discuss the composition of income according to its origins: rural farm incomes (RFI), rural nonfarm incomes (RNFI), aposentadorias e pensões, and government transfers, as well as the evolution of income inequality. Information of PNAD and RAIS are put together to verify changes in the formal labor market. The second part tackles the same subjects but focusing on the regional differences, were we show that the changes observed are not equally distributed across the country. The last part brings some conclusions and comments about the changes observed.

 

acesseAcesse o documento (178.41 Kb)             


Surplus Labor and Industrialization

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea