Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr
topo livro_politicas_incent_inov_tecn_brasil

TD 1395 - Mobilidade Pendular: Uma Proposta Teórico-Metodológica

Rafael Henrique Moraes Pereira e Verónica Herrero / Rio de Janeiro, março de 2009

Recentes estudos apontam o fenômeno da mobilidade pendular (migración pendular ou commuting) como elemento central na compreensão de dinâmicas regionais de integração urbana. O presente estudo propõe uma tipologia teórico-metodológica composta por três tipos ideais (puros) de deslocamento pendular com base em três processos socioespaciais que originam seus fluxos (concentração urbana, saturação urbana e desconcentração produtiva). Esses processos sintetizariam aqueles elementos que condicionam tanto o padrão espacial dos deslocamentos pendulares quanto o perfil socioeconômico daqueles que realizam estes deslocamentos.O artigo apresenta ainda uma análise exploratória de dados sobre os deslocamentos pendulares na região metropolitana (RM) de Campinas (Brasil) e no aglomerado urbano da Grande Buenos Aires (Argentina) onde se problematiza a necessidade de um prisma crítico capaz de identificar, na base empírica da pendularidade, as suas heterogeneidades internas ocultas por análises estritamente descritivas. Ao final, apresenta-se uma tentativa de operacionalização da tipologia para a RM de Campinas e são feitas considerações nas quais se espera estabelecer alguns pontos iniciais para uma futura discussão teórico-metodológica mais aprofundada acerca do tema.

Recent studies point to commuting as a key element to understand regional dynamics and urban integration. This study propose three ideal types (Max Weber) of commuting flows based on its relations with social processes which impact urban structure by affecting residence and job locations in urban space. These processes (urban concentration, urban suburbanization and economic deconcentration) synthesize the elements which affect commuting patterns and commuters`socioeconomic characteristics. The article explores commuting data in metropolitan region of Campinas (Brazil) and in the urban agglomeration of Grande Buenos Aires (Argentina) in a way to point the importance of a framework able to identify its internal heterogeneities hidden by strictly descriptive analysis. The article also presents an attempt to operationalization of the typology for the metropolitan region of Campinas.

 

acesseAcesse o documento (178.41 Kb)             


Surplus Labor and Industrialization

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea