Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr
topo td_antigos

TD 1163 - Tecnologia na Agricultura Brasileira: Indicadores de Modernização no Início dos Anos 2000

Nelly Maria Sansígolo de Figueiredo e Angela Maria Cassavia Jorge Corrêa / Brasília, fevereiro de 2006

Este trabalho trata da evolução recente na modernização da agropecuária nacional no início dos anos 2000. Para isso são feitas estimativas de vários indicadores de modernização, segundo suas manifestações na propriedade agrícola. São considerados indicadores que expressam a produtividade agrícola, o progresso técnico e a intensidade do uso de capital, com base em fontes do governo e da indústria, dada a restrição deque o último censo agropecuário do país data de 1995/1996. A maioria dos indicadores estimados é apresentada como razões, cujo denominador é o número de pessoas ocupadas ou a área de lavouras. Analisam-se também as diferenças regionais dos níveis de modernização, tomando-se como referência os dados de 2002. Os resultados apontam para o fato de, no início dos anos 2000, a modernização agrícola no Brasil estar associada ao rápido crescimento da intensidade do uso da terra e da relação capital-trabalho, com reflexos sobre os extraordinários ganhos de produtividade ocorridos nesse período. Comparações regionais dos indicadores de modernização em 2002apontam para a manutenção de disparidades, o que ocorre com a distribuição dos recursos de crédito de custeio e de investimento, confirmando estudos anteriores sobre o assunto.

In this paper recent evolution of modernization in Brazilian agriculture in the onset of years 2000, is studied, considering several modernization indicators that express productivity, technical progress and capital intensity. Data are based on official sources as IBGE - Brazilian Institute of Statistics and Geography - as well as regularly published data from industry, given the restriction that last Agriculture Census was done in1995/96. Most of the modernization indicators have as denominators the amount of cultivated area with temporary crops or the number of occupied persons. Regional differences among Brazilian states and regions are studied, based on 2002data. The results indicate that recent agriculture modernization relies mostly on the rapid increase in land exploitation intensity and capital/labor relationship, with extraordinary productivity gains in the considered period. Concerning to the level of agriculture modernization, it was observed a very unequal spatial distribution among regions and by product. Also, the resources of rural credit are concentrated in some of the richest regions in country. These results confirm previous studies about agriculture modernization in Brazil.

 

acesseAcesse o documento (178.41 Kb)          

 

Surplus Labor and Industrialization

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea