Twitter
Youtube
facebook
Google +
Google +

 

tips and trick
topo td_antigos

TD 1126 - Dilemas do Desenvolvimento na China: Crescimento Acelerado e Disparidades Regionais ( da Revolução Comunista à Globalização )

Aristides Monteiro Neto / Brasília, outubro de 2005

Este trabalho reúne algumas evidências da literatura sobre o desenvolvimento recente da economia chinesa. Seu propósito é mostrar o quão importante tem sido a intervenção estatal naquele país para nortear a trajetória da expansão econômica excepcional que a China apresenta desde fins da década de 1970. Ao lado da expressiva performance do seu desenvolvimento econômico, resultados bastante indesejáveis relacionados com o aumento das disparidades de níveis de renda entre as diferentes regiões do país vêm se consolidando. Ocorre, em particular na região costeira-oriental, a expansão e consolidação do setor industrial e dos segmentos do terciário moderno (instituições financeiras, bancos, empresas de propaganda etc.), à medida que as demais regiões especializam-se no fornecimento de matérias-primas e alimentos para a expansão urbano-industrial do litoral próspero. A criação como parte das políticas de desenvolvimento nacional das zonas econômicas especiais (ZEEs) na área costeira para aproveitar as vantagens de localização necessárias a uma participação maior da China nas correntes do comércio e do investimento internacionais, vem alargando o fosso de renda per capita e de oportunidades para alcançar o desenvolvimento entre as regiões do país.

Because China´s outstanding economic performance in the last three decades is seen as an imitative experience for the whole developing countries, this paper aims to bring evidences on the fact that Chinese-style economic success can not be applied instantaneously for other countries. The lines presented here can be used as a warning for Brazilian policy-makers not to abandon the idea that government intervention like many liberal thinkers had predicted widespread recently is always harmful for the economy. In fact, the opposite has been proved more beneficial with publication more intensely required in these present days of economic globalization. China´s state intervention in the production factors (capital, investment and labor) has been steady and decisive to achieve the observed growth rates as well as going ahead with the modernization of economic structures. Meanwhile, there have been undesirable results concerned with increasing regional inequalities. The creation of special economic zones (SEZ´s) to attract foreign investment to coastal areas resulted in strong concentration of industrial plants in the coastal region widening regional per capita income gaps.

 

acesseAcesse o documento (178.41 Kb)          

 

Surplus Labor and Industrialization

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea