Twitter
Youtube
facebook
Google +
Google +

 

tips and trick

capa_notaTD 0998 - As Teorias de Estratificação da Sociedade e o Estudo dos Ricos

 

Marcelo Medeiros / Brasília, novembro de 2003

 

Montar um esquema de estratificação envolve uma série de decisões metodológicas.O objetivo deste texto é analisar, no que diz respeito à partição da sociedade em classessociais, quais decisões são tomadas por diferentes correntes teóricas e quais os esquemasde estratificação daí resultantes. Isso é feito a partir de um mapeamento do debate recentesobre estratificação social com foco nas teorias de classe e na discussão dos estudosprecursores desse debate. As contribuições de tal debate para a divisão da populaçãobrasileira em ricos e não-ricos são sumarizadas na forma de uma orientação de carátergeral: a de que a estratificação da sociedade brasileira entre ricos e não-ricos pode serfeita a partir de informações de um terceiro grupo, o dos pobres, e que esses grupos podemser definidos em termos de um eixo comum ? seu nível de riqueza. Isso significaque, na prática, a estratificação pode ser feita por meio de uma noção de riqueza relativa,que dependa totalmente da intensidade da pobreza em uma sociedade.

    acesseAcesse o documento (178.41 Kb)             

Surplus Labor and Industrialization

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea