Twitter
Youtube
facebook
Google +
Google +

 

topo td_antigos

TD 0791 - Barreiras Não-Tarifárias às Exportações Brasileiras no Mercosul: O Caso de Calçados

Patrícia Anderson / Rio de Janeiro, maio de 2001

Uma vez eliminadas as barreiras tarifárias para o comércio entre os países membros do Mercosul, como conseqüência da criação do Mercado Comum do Sul, adquirem importância outras medidas que atuam como obstáculos ao comércio e que, portanto, têm efeito equivalente às barreiras tarifárias. Este trabalho objetiva identificar essas barreiras não-tarifárias incidentes sobre as exportações de calçados brasileiros para os demais países do Mercosul e está organizado em cinco seções, incluindo a introdução: a Seção 2, onde são apresentadas as principais características do setor de calçados e seu desempenho recente no Brasil; a Seção 3, que examina o comércio exterior do setor; a Seção 4, onde são discutidos alguns aspectos teóricos das barreiras não-tarifárias (BNT) e indicadas as BNTs às exportações brasileiras de calçados no Mercosul; e a Seção 5, que apresenta as considerações finais.

 

acesseAcesse o documento (89.94 Kb)             


Surplus Labor and Industrialization

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea