Twitter
Youtube
facebook
Google +
Google +

 

tips and trick
topo td_antigos

TD 0600 - Desempenho do Setor de Serviços Brasileiro no Mercado Internacional

Maria Helena Horta, Carlos Frederico de Souza e Sérgio da Cruz Waddington / Rio de Janeiro, novembro de 1998

A partir da década de 80, os fluxos internacionais de serviços têm-se tornado relativamente mais dinâmicos do que os de mercadorias. Este texto, além de discutir o recente processo de internacionalização do setor de serviços e o arcabouço institucional que vem sendo desenvolvido no âmbito do Acordo Geral sobre o Comércio de Serviços (Gats) da Organização Mundial do Comércio (OMC), procura descrever a evolução do desempenho das exportações e importações brasileiras de serviços comerciais (que exclui juros, lucros e dividendos) e da composição dos investimentos internacionais no país nas principais atividades relacionadas com o setor. A análise se dá a partir das rubricas de balanço de pagamentos, procurando estabelecer comparações entre os padrões de comércio de serviços observáveis para o mundo, para os países do Grupo dos 7 (G-7) para as demais economias da América Latina e para o Brasil. Adicionalmente, com base em uma tabulação do Banco Central realizada especificamente para esta pesquisa, o trabalho pretende identificar algumas características das empresas brasileiras mais atuantes no mercado mundial de serviços, particularmente no que se refere aos seus desempenhos nos mercados doméstico e internacional de mercadorias.

 

acesseAcesse o documento (198.81 Kb)           

 

Surplus Labor and Industrialization

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea