Twitter
Youtube
facebook
Google +
Google +

 

tips and trick
topo td_antigos

TD 0520 - Estratégias de Combate à Inflação: Âncora Cambial Versus Âncora Monetária

Alexis Maka / Brasília, outubro de 1997

Este trabalho investiga o conceito de âncora nominal de economia aberta, e analisa o comportamento de algumas variáveis econômicas importantes tais como inflação, desemprego e taxa real de câmbio durante o processo de desinflação. Como o uso de uma versão do modelo Mundell-Fleming, no qual a inércia é introduzida por meio de expectativas adaptativas, confronta-se a estabilização baseada na taxa de câmbio (âncora cambial) com aquela baseada no controle de algum agregado monetário (âncora monetária). Mostra-se que, embora a âncora cambial possua um efeito inicial expansionista sobre o nível de atividade econômica - o oposto ocorre com a âncora monetária -, a recessão necessária para conter estratégia antiinflacionária ótima depende das preferências intertemporais dos policymakers, isto é, de como estes desejam distribuir os custos da estabilização ao longo do tempo, de modo a maximizar o bem-estar social.

 

acesseAcesse o documento (297.73 Kb)           

 

Surplus Labor and Industrialization

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea