Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr
topo td_antigos

TD 0511 - Sistemas Públicos de Emprego: A Experiência de Três Países da OCDE (Espanha, EUA e Alemanha)

Carlos Alberto Ramos / Brasília, setembro de 1997

Estuda a estrutura do sistema público de emprego (SPE) em três países da Organização de Cooperação para o Desenvolvimento Econômico (OCDE): Espanha, Estados Unidos e Alemanha. O SPE é definido como aquele arcabouço institucional a partir do qual são administrados, de forma articulada ou não, segundo o país, os benefícios financeiros ao trabalhador desempregado, a intermediação de mão-de-obra e a formação e reciclagem profissionais. Os resultados indicam que não existe associação muito estrita entre essas políticas. Nos dois países europeus percebe-se articulação maior, que se estreita à medida que o desempregado permanece nessa situação, enquanto os benefícios do seguro vão sendo substituídos pela assistência social. Nos Estados Unidos, o SPE está centrado na intermediação, quase sem articulação com as outras políticas. Em todos os casos, o denominador comum é a extrema descentralização, especialmente no gerenciamento e, em certas circunstâncias, no próprio desenho dos programas.

 

acesseAcesse o documento (95.12 Kb)          

 

Surplus Labor and Industrialization

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea