Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr
26/12/2019 13:34

Informalidade bateu recorde em 2019; veja histórias de quem trabalha por conta própria

Quatro em cada dez profissionais trabalham por conta própria ou sem carteira assinada no país; 'bicos' trazem renda muito menor que o trabalho em carteira e não condizem com a formação dos trabalhadores.

O ano de 2019 foi marcado por um desemprego ainda resistente, mas com a quantidade de pessoas que trabalham por conta própria e sem carteira assinada, os chamados informais, batendo sucessivos recordes históricos. A taxa de informalidade no mercado de trabalho superou o patamar de 41%, a maior proporção desde 2016, quando o IBGE passou a investigar esse índice. Ou seja, de cada 10 trabalhadores ou empregadores, 4 estão atuando na informalidade.

Saiba mais >>

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea