Twitter
Youtube
facebook
LinkedIn
Slideshare

 

18/06/2019 17:59

Tensões comerciais entre Estados Unidos e China são debatidas em evento no Ipea

Objetivo foi discutir impactos e estratégias para minimizar os riscos para o comércio mundial

Guerra, disputa, crise, atrito. Como definir a atual relação comercial entre Estados Unidos e China? Especialistas brasileiros, chineses e norte-americanos reuniram-se, nesta terça-feira (18), para discutir as tensões comerciais entre esses dois países e os impactos para o comércio mundial.

O evento, promovido pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) em parceria com o Centro Brasileiro de Relações Internacionais (Cebri), foi realizado simultaneamente em Brasília, São Paulo, Pequim, Washington e Xangai, por videoconferência, e contou com a participação do secretário especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais, do Ministério da Economia, Marcos Troyjo.

Troyjo apresentou um breve histórico sobre a trajetória comercial da China, em que destacou que o país fez um amplo investimento em infraestrutura para exportação, instituiu mecanismos semelhantes às parcerias público-privadas e soube aproveitar e acompanhar as mudanças no processo de globalização. Sobre os conflitos entre EUA e China, o secretário especial destacou que há também uma relação de interdependência e destacou que o prolongamento da disputa é prejudicial a todos os países, inclusive ao Brasil.

O diretor de Estudos e Relações Econômicas e Políticas Internacionais do Ipea, Ivan Oliveira, destacou a importância da discussão sobre o cenário internacional no qual o Brasil projetará seus interesses em busca de desenvolvimento. "O Brasil deve buscar se posicionar de forma estratégica internacionalmente, a fim de garantir que sua integração ao mundo seja vetor relevante para a geração de renda e emprego no país", afirmou Oliveira.

Também participaram do debate o professor e reitor associado da Escola de Estudos Internacionais da Universidade Renmin da China, Jin Canrong, a sócia-gerente da McLarty Associates, Kellie Meiman, e o diretor assistente do Instituto de Estudos Estratégicos Internacionais do Instituto de Estudos Internacionais de Xangai, Niu Haibin.

Acesse a galeria de fotos do evento.

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea