Twitter
Youtube
facebook
LinkedIn
Slideshare

 

Início » Ipea na mídia » Sem categoria


11/06/2019 11:23

Estudo aponta que acesso à internet reflete desigualdade social no país

No Brasil, mais de 90% das pessoas pertencentes às classes A e B têm acesso à internet. Nas classes D e E, contudo, o percentual de conectados cai a 42%. Os dados fazem parte de uma análise divulgada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), nesta segunda-feira, 10. O estudo, feito a partir dos dados da pesquisa TIC Domicílio 2017, realizada pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br), também aponta que mais de 70% dos moradores das cidades fazem uso da web. No entanto, nas áreas rurais, o volume cai para 44%.

"O que observamos é que os usuários mais frequentes e mais intensivos são aqueles que têm maior renda, escolaridade, entre outras características socioeconômicas. Então, existe uma estrutura de reprodução de desigualdades no mundo virtual", afirma Frederico Barbosa, técnico de planejamento e pesquisa do Ipea. Aqueles que estudaram até o quinto ano do ensino fundamental são os que menos consomem conteúdos culturais pela internet.

Saiba mais >>

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea