Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr
noticias

07/06/2019 12:00
td-banner

TD 2470 - As Tecnologias Digitais e Seus Usos

Frederico Augusto Barbosa da Silva, Paula Ziviani e Daniela Ribas Ghezzi, Rio de Janeiro, abril de 2019  

 

Este texto tem como objetivo descrever práticas, fruição e produção de conteúdos online, ou seja, a cultura na TIC Domicílio 2017 preparando terreno para diálogos possíveis com a pesquisa TIC Cultura. Ambas são realizadas pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br), a fim de contribuir com a reflexão sobre o uso da internet e acesso a bens e serviços culturais. Para tanto, realizou-se um levantamento do contexto histórico de surgimento e desenvolvimento da internet, além da estruturação político-econômica que rege a sua organização e, consequentemente, os processos no mundo digital. A partir da análise dos dados, caracterizou-se socioeconomicamente o acesso de algumas práticas selecionadas, bem como demonstrou-se a acumulatividade dos usos – a ação de realizar várias práticas na rede e seus diferentes tipos de uso. As análises tiveram como fundamento a compreensão da valoratividade inerente ao processo de construção de estatísticas, com base na noção de inscrição literária de Bruno Latour e Steve Woolgar, assim como na concepção de campo estruturado e instâncias de consagração e legitimação de Pierre Bourdieu. Como resultado, verificou-se a necessidade de se relativizarem os discursos majoritários que enfatizam o caráter supostamente democratizante do meio, uma vez que a internet produz e reproduz hierarquias, exclusões e desigualdades sociais. No que se refere ao acesso da população aos equipamentos culturais, é necessário compreender as determinações das práticas e as características das disposições culturais que organizam os investimentos individuais no uso das tecnologias de informação e comunicação (TICs).

Palavras-chave: internet; TICs; acumulatividade; inscrições literárias; instâncias de consagração; exclusões; desigualdades sociais.

This text aims to describe practices, enjoyment and production of online content, that is, the culture in TIC Domicílio 2017 preparing ground for possible dialogues with TIC Cultura, both performed by the Regional Center for Studies on the Development of the Information Society (Cetic.br), in order to contribute to the reflection on the internet’s use and access to cultural goods and services. In order to do so, a survey of the historical context of the Internet’s emergence and development was carried out, as well as the political-economic structuring that governs its organization and, consequently, the processes in the digital world. From data’s analysis, the access of
selected practices was socioeconomically characterized, as well as the accumulation of uses – the action of performing various practices on the internet and its different types of use. The analyzes were based on the understanding of the value inherent to the process of statistical construction based on Bruno Latour and Steve Woolgar’s notion of literary inscription; as well as Pierre Bourdieu’s conception of structured field and instances of consecration and legitimation. As a result, it was verified a need to relativize the majority discourses that emphasize the supposedly democratizing character of the medium, once the Internet produces and reproduces hierarchies, exclusions and social inequalities. Regarding to the population’s access to cultural equipment, it is necessary to understand the determinations of the practices, as well as the cultural dispositions’ characteristics that organize the individual investments in the uses of the ICTs.

Keywords: internet; ICTs; cumulativity; literary inscriptions; instances of consecration; social exclusion; inequality.

 

  acesseAcesse o sumário executivo  acesseAcesse o documento (2 MB)

 

 

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea