Twitter
Youtube
facebook
Google +
Google +

 

tips and trick
26/10/2017 09:48

Nova edição do boletim Radar analisa emprego, agropecuária e Petrobras


Publicação divulgada nesta quarta, 25, é composta por cinco artigos. Um deles trata da dinâmica do tamanho das firmas ao longo de seu ciclo de vida

A 53ª edição do boletim Radar: tecnologia, produção e comércio exterior, divulgada pelo Ipea nesta quarta-feira, 25, traz artigos sobre o emprego nas firmas, o mercado de trabalho nos setores de serviços, indústria e agropecuária, produção e exportação agrícola, além da recuperação da Petrobras. A publicação da Diretoria de Estudos e Políticas Setoriais de Inovação e Infraestrutura (Diset) do Ipea analisa, em seu primeiro texto, a dinâmica do tamanho das firmas brasileiras ao longo do seu ciclo de vida, com base no número de empregados das empresas.

Os autores do artigo, os técnicos de planejamento e pesquisa do Ipea Danilo Santa Cruz Coelho, Carlos Henrique Corseuil e Miguel Nathan Foguel, mostram que um estabelecimento típico nasce pequeno, cresce relativamente rápido nos primeiros anos e experimenta taxas de crescimento mais baixas nos anos seguintes. O número médio de empregados avança quase cinco vezes nos 12 primeiros anos de vida: de 2,4 para 12. O estudo também concluiu que uma grande fração de estabelecimentos de pequeno porte morre antes de atingir três anos de idade.

O segundo artigo indica um processo de polarização do emprego no Brasil. Anaely Machado sugere que a expansão do setor de comércio e serviços e a perda de participação da indústria na economia brasileira podem auxiliar na compreensão do fenômeno. Segundo a autora, os serviços expandiram-se tanto em atividades que demandam mão de obra de baixa qualificação (como serviços pessoais) quanto em atividades que contratam empregados altamente qualificados (como os serviços empresariais associados ao desenvolvimento de tecnologias e soluções para empresas).

Em análise acerca do processo de declínio e recuperação da Petrobras, o técnico do Ipea José Mauro de Morais elabora uma caracterização da crise vivenciada pela estatal a partir do fim de 2014. “É interessante observar que a produção brasileira de petróleo começou a apresentar maiores taxas de crescimento no ano em que as investigações da operação Lava Jato atingiram a Petrobras, que responde, nos campos de petróleo, por 94% da produção brasileira”, observa.

Comércio exterior
A partir de um exame sobre dados de produção, exportação e importação na cadeia agroindustrial do café, os pesquisadores Júnia Cristina da Conceição, Roberto Goes de Ellery Jr. e Pedro Henrique Zuchi expõem a heterogeneidade do desempenho do Brasil nesse mercado. No cenário internacional, o país ocupa posição de destaque com o café em grão, mas se mostra menos competitivo com produtos de maior valor agregado, como o café torrado e moído.

Rogério Edivaldo Freitas e Gesmar Rosa dos Santos, ambos do Ipea, encerram o boletim com o artigo Exportações do complexo soja-milho-aves, em que apresentam um mapeamento do rol de países concorrentes do Brasil na distribuição desses produtos em âmbito mundial. “Eventuais acordos bilaterais de comércio envolvendo estes países podem vir a representar ameaças ao desempenho brasileiro neste complexo”, alertam.

Confira o Boletim Radar n° 53

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea