Twitter
Youtube
facebook
Google +
Google +

 

tips and trick
25/10/2017 10:32

Especialistas debateram a desigualdade no uso do tempo entre homens e mulheres
Diretora-adjunta explica que cuidados com a família deixam as mulheres fora do mercado de trabalho

 

Representantes da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e a Entidade das Nações Unidas para a Igualdade de Gênero e o Empoderamento das Mulheres (ONU Mulheres) estiveram presentes no Ipea para discutirem quais os principais pontos na desigualdade do uso do tempo entre homens e mulheres.

Enid Rocha, diretora-ajunta de Estudos e Políticas Sociais do Ipea, afirmou que, apesar de os avanços diminuírem as desigualdades entre os gêneros, a maior parcela da população que ainda não trabalha e não estuda são mulheres. Um dos motivos é porque “elas têm que cuidar de pessoas no domicílio e do trabalho doméstico”, explicou.

Confira o livro Uso do Tempo e Gênero

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea