Twitter
Youtube
facebook
Google +
Google +

 

tips and trick
04/10/2017 17:51

Sessão inaugural ressalta perfil estratégico do mestrado profissional do Ipea

Evento nesta terça-feira, 3, reuniu alunos e professores da terceira turma na sede do instituto, em Brasília

O presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, Ernesto Lozardo, abriu a sessão inaugural da terceira turma do mestrado profissional em Políticas Públicas e Desenvolvimento, na noite desta terça-feira, 3, na sede do Ipea, em Brasília. O curso é organizado pelo instituto, com o apoio da Escola Nacional de Administração Pública (Enap). Na ocasião, Lozardo destacou que o mestrado representa um legado extremamente importante para o Brasil.

Francisco Gaetani, presidente da Enap, e Júlio Alexandre Menezes, secretário-adjunto de Planejamento e Assuntos Econômicos, representando o ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira, também estiveram presentes na sessão inaugural.

Lozardo reforçou que o Ipea desempenha um papel proativo para o Estado e, nesse sentido, é crucial contribuir com a qualificação dos servidores públicos federais. "O Ipea tem os melhores gestores públicos do país. Isso é um elemento de grande relevância", frisou.

Em sua palestra, Júlio Alexandre Menezes abordou a situação econômica do país, apontando as principais políticas públicas do governo para superar a crise e assinalando as perspectivas de melhorias econômicas e sociais para 2018. O secretário-adjunto citou as demandas pela estabilização fiscal, a melhoria do ambiente de negócios, a modernização do Estado, a eficiência pública, as reformas estruturais, a reorientação das despesas, o aperfeiçoamento das medidas regulatórias e as novas formas de investimentos.

Menezes falou de suas expectativas sobre o mestrado profissional do Ipea. "É um curso diferencial, para discutir questões relevantes tanto teóricas quanto práticas. O Ipea é um órgão singular na capacidade de misturar essas duas faces tão importantes, principalmente porque estamos vivendo um momento difícil da sociedade brasileira, mas já temos alguns sinais de saída, para um novo ciclo de crescimento, um ciclo diferente, que ainda tem muitas restrições, um ciclo com escassez. Nessa nova fase do nosso crescimento, vai ser muito importante a gente debater os dois elementos principais desse curso: a avaliação das políticas públicas e a discussão das estratégias de desenvolvimento", afirmou.

Em seguida, o presidente do Ipea, Ernesto Lozardo, enfatizou a dimensão de se quebrar mitos, de superar percepções equivocadas, e também o desafio de repensar o país diante das questões emergentes no século XXI e de outras maneiras de encarar o desenvolvimento. "Fundamentalmente, temos de olhar para as questões humanas brasileiras, a situação da nossa sociedade. Sem capital humano, não vamos acender a vela do aniversário do progresso brasileiro", declarou. 

Lozardo manifestou, durante o evento, a intenção de ampliar o curso de mestrado profissional – que atualmente é exclusivamente presencial – para a modalidade de ensino a distância. Segundo ele, o objetivo é "levar esse conhecimento para centenas de pessoas Brasil afora".

Francisco Gaetani, presidente da Enap, ressaltou que em outros países não há uma instituição com a capacidade do Ipea de fazer a diferença na vida pública nacional. "O Ipea tem condições de atuar e atua de forma tempestiva não só no processo de avaliação, mas também na formulação de políticas", pontuou. 

Sobre o curso
O mestrado profissional do Ipea em Políticas Públicas e Desenvolvimento, com duração de 24 meses, visa capacitar servidores públicos, em nível de pós-graduação strictu sensu, para formularem e avaliarem estratégias de políticas públicas voltadas ao desenvolvimento. O curso também busca ocupar uma lacuna da capacitação dos servidores de carreiras estratégicas, de modo a proporcionar um forte aporte teórico, analítico e metodológico para a alta qualificação dos profissionais.

No processo seletivo da terceira turma, foram inscritos 173 servidores públicos. Desses, 40 foram aprovados e matriculados gratuitamente. Durante todo o curso, os discentes terão a oportunidade de interagir com pesquisadores de alto nível, com doutorado e pós-doutorado, especialistas em questões de governo, e acessar os dados e informações disponíveis no Ipea.

Todos os professores e orientadores do mestrado pertencem ao quadro do instituto e desenvolvem pesquisas sobre temas centrais da agenda contemporânea de políticas públicas.

As dissertações defendidas pelas turmas anteriores estão disponíveis no site do curso. Clique aqui para baixá-las.

O processo seletivo para a próxima turma ainda não tem calendário definido, mas está previsto para 2018.

Para mais informações, acesse o site do mestrado profissional.

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea