Twitter
Youtube
facebook
Google +
Google +

 

tips and trick
10/08/2017 15:15

Produção recorde de alimentos contribui para a desaceleração da inflação

Inflação ao consumidor se mantém confortável, analisa a pesquisadora Maria Andréia Lameiras 

 

 

Análise do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), realizada pelo Ipea, revelou que, em julho, o IPCA registrou crescimento de 0,24%. Segundo a técnica de planejamento e pesquisa da Diretoria de Estudos e Políticas Macroeconômicas Maria Andréia Parente Lameiras, “apesar de ser uma aceleração na margem, ela é bem inferior àquela observada em julho do ano passado”.

A desinflação da economia brasileira continuou a surpreender positivamente nos últimos meses, o que acarreta uma desaceleração em todos os segmentos de preços da economia. Lameiras explica que está acontecendo uma conjunção de vários fatores muito positivos para a inflação, entre eles uma produção recorde de alimentos e um câmbio favorável. “Isso vem dificultando repasses de preço de produtor do varejo fazendo com que a inflação ao consumidor se mantenha em um patamar muito confortável”, apontou a pesquisadora.

Confira a seção de inflação da Carta de Conjuntura

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea