Twitter
Youtube
facebook
Google +
Google +

 

tips and trick
05/06/2017 14:55

Técnico do Ipea aponta causas da alta taxa de homicídios no país
Estudo realizado pelo Ipea em parceria com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública traz dados segmentados

 

O ano de 2017 começou evidenciando um problema antigo e que precisa ser mais estudado no Brasil: a violência. A rebelião ocorrida no presídio de Manaus no dia primeiro de janeiro chamou a atenção para as altas taxas de homicídios registradas no país. Nesta segunda-feira, 5, o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) divulgaram, no Rio de Janeiro, o Atlas da Violência 2017, que analisa a evolução da violência letal no Brasil entre 2005 e 2015.

Com informações segmentadas que permitem análises específicas sobre os aspectos de gênero, etnia, faixa etária e renda, por exemplo, o trabalho mostra contextos precisos sobre a violência em diversas regiões brasileiras. Para o pesquisador do Ipea Daniel Cerqueira, o problema deve ser encarado com políticas públicas efetivas dos governos estaduais e federal, pois a violência envolve outras problemáticas: “Existem várias causas, uma delas é a proliferação do mercado de drogas para cidades médias e pequenas. As autoridades também não se organizaram para identificar e retirar armas de fogo de circulação, e essa proliferação de armas de fogo em algumas regiões, como Norte e Nordeste, foi um outro fator relevante”.

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea