Twitter
Youtube
facebook
Google +
Google +

 

tips and trick
20/04/2017 16:54

Pesquisadora do Ipea comenta as perspectivas para o mercado de trabalho em 2017
População idosa e mais escolarizada é a menos afetada pelo desemprego

 

O Grupo de Conjuntura do Ipea divulgou nesta semana dados sobre o mercado de trabalho brasileiro. Os resultados da pesquisa mostram que o país já apresenta sinais de recuperação. “Estamos entrando em um momento de estabilidade no mercado de trabalho, ainda que em patamar desconfortável”, afirmou Maria Andréia Parente Lameiras, técnica de planejamento e pesquisa do Ipea. Lameiras explica que “vamos ter uma taxa de desemprego estável por um período e deve começar a cair com mais intensidade no fim desse ano e durante 2018”.

Segundo a pesquisadora, um fator importante diz respeito à colocação da população mais idosa e mais escolarizada, visto que foi essa a população que menos sofreu com a crise. “A economia brasileira, mesmo em um momento de crise, conseguiu gerar postos de trabalho para esse segmento mais escolarizado”, porém ela ressaltou que os números ainda são insuficientes. "Estamos gerando mais empregos nesses segmentos, mas eles não estão vindo em um ritmo suficiente para abarcar um contingente de pessoas dentro desses segmentos que estão chegando ao mercado de trabalho”, finalizou.

Leia a seção de mercado de trabalho no blog da Carta de Conjuntura

 


 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea