Twitter
Youtube
facebook
Google +
Google +

 

tips and trick
24/02/2017 12:55

Nota Técnica - 2017 - fevereiro - Número 34 - Disoc

Análise da Contribuição do Programa de Intermediação de Mão de Obra para os Gastos com Seguro-Desemprego e para Arrecadação Previdenciária no Período Recente (2015 - 2016)


Organizadores: Márcio Borges (MTb), Vinicius Lobo (MTb) e Miguel Foguel (Ipea)

 

icon pdf Acesse o PDF (544 KB)  

 

   


Os programas públicos de intermediação de mão de obra têm sido utilizados em vários países há muitas décadas para melhorar o funcionamento do mercado de trabalho. Os objetivos básicos desses programas são múltiplos e interconectados. Eles visam a reduzir o período de desemprego dos trabalhadores que se encontram nessa situação, assim como diminuir a ociosidade de vagas ofertadas pelas empresas. Além disso, como a intermediação leva em consideração os perfis das vagas demandadas e as características dos trabalhadores, esses programas também visam a aumentar a qualidade do “casamento” entre demanda e oferta, permitindo uma melhora nas relações de trabalho com potenciais ganhos futuros sobre salário e produtividade.

 

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea