Twitter
Youtube
facebook
Google +
Google +

 

tips and trick
23/02/2017 14:37

Indicador prevê a primeira alta da produção industrial em 34 meses


Elevação estimada é de 2,1% em janeiro, na comparação com o mesmo mês de 2016. Indicadores usados para a previsão tiveram avanços e quedas em setores específicos

O Grupo de Conjuntura do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada divulgou nesta quinta-feira, 23, o Indicador Ipea de Produção Industrial referente a janeiro. Na comparação com o mesmo mês do ano anterior, a previsão para o resultado da Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física (PIM-PF), do IBGE, é de alta de 2,1%, o que representaria o primeiro resultado positivo em 34 períodos. Frente a dezembro de 2016, na séria dessazonalizada, o Indicador Ipea aponta estabilidade.

Entre os indicadores coincidentes utilizados na previsão que apresentaram desempenho positivo no primeiro mês de 2017, está a produção de aço, que registrou avanço de 11,5%. “O indicador de confiança do empresário também melhorou (5,1%), assim como o nível de utilização de capacidade (1,7%) e a venda de papel e papelão (0,5%)”, afirma Leonardo Mello de Carvalho, técnico de planejamento e pesquisa do Grupo de Conjuntura do Ipea (Gecon).

Já os números negativos foram encontrados no volume de tráfego de carga em estradas com pedágio, que apresentou queda de 2,3%, e na produção de automóveis, com queda na margem de 14,4%, um resultado que sucedeu dois meses de forte crescimento em que o setor tinha acumulado ganho de 43%.

O trabalho está disponível no Blog da Carta de Conjuntura.

Vídeo: Diretor de macroeconomia comenta o resultado, mais um indício de recuperação econômica

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea