Twitter
Youtube
facebook
Google +
Google +

 

tips and trick
17/02/2017 10:44

VALOR ECONÔMICO

Índice de consumo aparente sobe após 32 meses em queda

Autor: Estevão Taiar

O Indicador Ipea de Consumo Aparente da Indústria cresceu 5,4% na comparação entre dezembro de 2016 e de 2015. Foi a primeira alta nesse tipo de comparação em 32 meses. O índice representa a soma da produção industrial doméstica com as importações, excluindo em seguida as exportações.

O Indicador IPEA de Consumo Aparente da Indústria cresceu 5,4% na comparação entre dezembro de 2016 e de 2015. Foi a primeira alta nesse tipo de comparação em 32 meses. O índice representa a soma da produção industrial doméstica com as importações, excluindo em seguida as exportações.

Entre novembro e dezembro, no cálculo já dessazonalizado, também houve alta, de 4,6%. No ano, o indicador recuou 8,5%, mas o resultado de dezembro mais do que compensou o acumulado negativo de julho a novembro (4,1%).

"Embora o cenário de contração da demanda interna ainda persista, o comportamento dos indicadores de consumo aparente da indústria têm apresentado sinais de melhora nos últimos meses", diz a "Carta de Conjuntura", do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA).

 Veja mais

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea