Twitter
Youtube
facebook
Google +
Google +

 

tips and trick
29/12/2016 11:11

Confira a nova edição da revista Planejamento e Políticas Públicas

A publicação traz 12 artigos sobre temas variados, como combate à pobreza e reciclagem de resíduos sólidos               

Já está disponível no Portal Ipea a 47ª edição da revista Planejamento e Políticas Públicas - PPP. Integram este volume 12 artigos sobre os mais variados assuntos, como serviços públicos locais (infraestrutura urbana, saúde e educação), interação especial nas despesas municipais, políticas de combate à pobreza e à desigualdade, políticas sociais voltadas para a terceira idade, política de reciclagem de resíduos sólidos, política macroeconômica e anti-inflacionária, receitas cambiais do turismo, entre outros.

No campo das políticas sociais, com enfoque na educação, um dos artigos da revista aponta quão relevante é a gestão escolar para o desempenho do aluno. Os autores do estudo Esforço da Gestão Escolar na Rede Pública de Ensino Fundamental e o Desempenho dos Estudantes no Brasil revelam que as diferenças entre os alunos explicam a maior parcela da variabilidade das notas. Entretanto, os rendimentos dos estudantes relacionam-se diretamente com a elevação do desempenho médio da escola nos anos anteriores e com a maior presença de professores efetivos no quadro docente.

Já no artigo Interação Espacial nas Despesas Municipais é analisada a relação entre gastos intermunicipais (entre municípios vizinhos), considerando certas categorias de despesas. O estudo conclui que as categorias de cultura e segurança pública mostraram os maiores coeficientes de interação entre municípios, ao passo que os menores foram observados em educação, saúde e administração pública.

O texto Elasticidades da Pobreza em Relação ao Crescimento e Desigualdade da Renda Monetária e do Dispêndio no Brasil em 2003 e 2009 analisa os efeitos do crescimento da renda e do dispêndio em consumo sobre a pobreza e a desigualdade. Os autores defendem que variações na renda têm um impacto menor sobre a pobreza do que variações nos dispêndios e que, de 2003 a 2009, houve aumento da sensibilidade da pobreza em relação às duas medidas.

Confira a revista Planejamento e Políticas Públicas n° 47

 

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea